Cassilândia, Quarta-feira, 29 de Março de 2017

Últimas Notícias

21/09/2007 11:30

Famasul: cota da soja tira R$ 0,60 por saca do produtor

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Estudo desenvolvido pela Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul) aponta que o impacto da limitação imposta pelo governo para exportação de soja é de R$ 0,60 por saca, ao produtor. A informação foi repassada esta manhã pelo vice-presidente da entidade, Eduardo Riedel, durante coletiva para tratar de custeio da safra, junto do Banco do Brasil.

Segundo Riedel, a política tributária do governo, para evitar perda de ICMS por conta da Lei Kandir, que isenta a exportação de produtos primários do imposto, não é aceita pela classe produtiva. O presidente da Famasul, Ademar Silva Júnior, disse que a entidade pretende esgotar as conversas com o governo no sentido de reverter a cota, mas afirmou que se não houver avanço vai recorrer à Justiça.

Em julho foi criada uma comissão no governo para avaliar o pedido dos produtores, mas desde então nada mudou. Em janeiro o governo aumentou de 66% a 100% a equivalência de destinação de soja no mercado interno em relação ao que é exportado, como forma de se proteger contra as perdas da Lei Kandir. Com a equivalência as empresas exportadoras são obrigadas a destinar ao mercado interno, onde a operação é tributada, igual quantidade à que sai para outros Países. A discussão com o governo envolve a ANAC, OCB, cerealistas e exportadoras.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 29 de Março de 2017
Terça, 28 de Março de 2017
21:41
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)