Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/08/2010 08:13

Falta de treinamento atrapalhou eleições simuladas

Agência Brasil

Falhas no reconhecimento das impressões digitais dos eleitores nas urnas biométricas foram o problema mais frequente nas simulações de votação feitas com o equipamento ontem (21) em 43 municípios de 19 estados. As urnas biométricas não reconheceram as digitais de parte dos eleitores na Bahia, em Goiás, no Rio de Janeiro, no Paraná, em Alagoas, no Ceará e em Pernambuco.

O treinamento rápido dos mesários para a simulação com as urnas biométricas também foi responsável pela demora que alguns eleitores enfrentaram na votação simulada, de acordo com o chefe da seção de Implantação de Sistemas do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, Mlexener Romeiro.

“Às vezes, a dificuldade da leitura das digitais ocorria por conta da inexperiência dos mesários que não posicionavam corretamente o dedo do eleitor e, outras vezes, o dedo estava muito ressecado ou muito úmido. Eles tiveram um treinamento rápido para essa simulação”, explicou.

Segundo ele, após os mesários serem orientados a corrigir os erros, 90% dos eleitores conseguiram votar na urna biométrica logo na primeira tentativa. Mlexener Romeiro lembra que o treinamento definitivo para que os mesários atuem nas eleições de outubro ainda irá ocorrer de forma mais intensa.

O mesmo motivo foi citado por Edna Sabóia, coordenadora de eleições do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará. “Foi a primeira vez que os mesários trabalharam com o equipamento, o treinamento foi rápido e talvez eles não tenham tido a habilidade necessária. Eles terão depois um novo treinamento, mais aprofundado”.

No Ceará, a simulação ocorreu em Eusébio, município com 2.363 eleitores. Embora o balanço da votação ainda não esteja consolidado, Edna Sabóia diz que é possível afirmar que o comparecimento da população foi pequeno, já que não era obrigatório participar da simulação.

Em Hidrolândia (GO), durante a manhã, os eleitores também tiveram problemas com a identificação por meio da impressão digital e só conseguiram ter a urna liberada após quatro tentativas, em média. Em Búzios (RJ), houve eleitor que tentou por quase dez minutos ter a digital reconhecida pelo sistema.

Em Balsa Nova (PR), das 14 pessoas que compareceram ao teste do sistema até o meio dia, apenas uma conseguiu votar na primeira tentativa de identificação digital. No município de Pojuca (BA), também houve quem não conseguiu ter as digitais reconhecidas.

Edição: Vinicius Doria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)