Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/07/2010 14:14

Falta de cimento e materiais preocupa setor imobiliário

Denis Matos, Campo Grande News

O descompasso entre o ritmo de desenvolvimento da construção civil e a produção de matéria-prima pode ameaçar os negócios no setor imobiliário. A falta de materiais básicos, como cimento, começa a preocupar o setor.

O presidente do CRECI/MS (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul), Eduardo Francisco Castro, acredita que a recente falta de matéria-prima pode ameaçar os negócios do setor imobiliário.

“É preciso haver sincronia entre os investimentos públicos e privados e a produção para que os fabricantes possam se programar e dar conta da demanda maior”, ressalta.

O presidente do Conselho ressalta que planejamento é palavra de ordem para que esse grande potencial de negócios não se perca em um momento em que só a Caixa Econômica tem expectativa de fechar negócios de R$ 1 bilhão, até o fim do ano.

Pesquisa divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que em 2007 e 2008 os investimentos no setor aumentaram 50% no Estado, passando de R$ 922 milhões para R$ 1,3 bilhão.

Com a recente falta de cimento, foram criadas cotas para a compra. Obras ficam paradas por dias e com isso, os trabalhadores também deixam de receber.

Sem o cumprimento de cronogramas, as negociações de imóveis também ficam em compasso de espera, afetando toda a cadeia imobiliária. “Esperamos que essa situação não se prolongue e que a procura e oferta se ajustem para que o curso das negociações não seja interrompido”, finaliza Eduardo Castro. (com informações da assessoria)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)