Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/07/2006 17:16

Falta de chuvas preocupa ambientalistas

Monique Maia/ABr

O início da seca na região centro-sul do Brasil deixa em alerta pesquisadores, institutos de climatologia e organizações ambientalistas. A possibilidade de um nvo perído de estiagem ainda é pouco cogitada, mas já são feitos monitoramentos em várias áreas.

Com a diminuição das chuvas, uma das preocupações do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) envolve as áreas de cultivo agrícola que atendem estados como o de Rondônia. Além disso, o aumento no número de queimadas, no período de seca, eleva o risco de incêndios que podem destruir parte da floresta.

De acordo com o chefe da Divisão de Meteorologia e Climatologia do Sipam de Manaus, Ricardo Dalla Rosa, a média de chuva nesse período é de 50 milímetros por dia. Caso esse nível fique abaixo de 20 milímetros, haverá uma situação de risco maior. “Isso é de certa forma preocupante porque agora vem o período de chuvas pouco abundantes. E a tendência é que aconteçam chuvas abaixo do normal nesse mês e talvez em agosto, em Rondônia, Acre e sul do Amazonas”, afirma.

Segundo ele, fenômenos como o aumento nas temperaturas dos oceanos podem diminuir o nível de precipitações. Dalla Rosa explica que os oceanos são importantes para climatologia, já que modulam a quantidade de chuvas nas regiões. O oceano atlântico tropical, na região do Golfo, apresentou anomalias de dois graus centígrados acima do normal (25º C).

Nessas áreas acontece a convecção, movimentos de formação de nuvens que, conseqüentemente, ocasionam as chuvas. “Como a atmosfera é um meio continuo, em algum lugar esse ar que está subindo deve descer. Mas quando o ar frio desce inibe a formação de nuvens. E é isso que está acontecendo aqui, o ramo descendente dessa convecção é sobre o sul da Amazônia. Aí, nos temos chuvas abaixo do normal”, esclarece.

No entanto, fatores como aquecimento global, desmatamento e aumento na intensidade do efeito estufa também podem provocar estiagem de chuvas. Para o coordenador da campanha de Clima do Greenpeace, Carlos Rittl, a derrubada de parte da floresta Amazônica tem grande efeito para o deseqüilíbrio do clima.

De acordo com ele, metade das chuvas na região depende das florestas. Com o desmatamento, a região produz pouca umidade necessária para que aconteçam precipitações. Em outubro do ano passado, a região amazônica viveu a maior seca dos últimos 50 anos. As populações ribeirinhas foram as que mais sofreram com a estiagem.

Com a baixa no nível dos rios, essas comunidades ficaram isoladas e sem acesso à saúde, escola, alimentação e água potável para o consumo. No dia 10 de outubro o governo estadual decretou estado de calamidade pública em 61 municípios amazonenses. O governo federal liberou R$ 30 milhões, 50 mil cestas básicas, 130 kits de medicamentos e 18 toneladas de hipoclorito de sódio, substância para tornar a água potável. A seca chegou a atingir também outros o Acre, Rondônia e Pará.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)