Cassilândia, Sábado, 18 de Agosto de 2018

Últimas Notícias

15/05/2018 11:20

Fábrica de fertilizantes teria dívida de R$ 80 milhões em Mato Grosso do Sul

Correio do Estado

O juiz substituto da 1ª Vara do Trabalho de Três Lagoas, Márcio Alexandre da Silva, concedeu liminar na semana passada para impedir que o valor depositado judicialmente pela Petrobras para pagamento de fornecedores da fábrica de fertilizantes UFN3 seja liberado a credores até o fim do processo de negociação e venda da unidade à empresa russa Acron. O montante bloqueado chega a R$ 40 milhões. Somadas, as dívidas trabalhistas e com fornecedores, acumuladas pela Petrobras e pelo consórcio formado pelas empresas Galvão Engenharia (em recuperação judicial) e Sinopec, chegam a R$ 80 milhões.

Solicitada à Vara de Fazenda Pública e Registros Públicos de Três Lagoas, a medida cautelar tem como objetivo garantir o direito de preferência no pagamento de 1,5 mil trabalhadores da unidade, paralisada desde 2014, diante de rumores de que no processo de venda da planta da fábrica de fertilizantes estariam sendo colocados em negociação pela estatal como passivo de dívidas a pagar apenas os débitos com os 178 fornecedores, que chegam a R$ 40 milhões.

“Os trabalhadores têm o privilégio legal de receber antes, e, se de fato a Petrobras está atrelando a venda da UFN3 ao pagamento de fornecedores, ela tem a obrigação legal de pagar os trabalhadores”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 18 de Agosto de 2018
09:00
Santo do dia
Sexta, 17 de Agosto de 2018
09:00
Santo do dia
08:20
Cassilândia
Quinta, 16 de Agosto de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)