Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/05/2012 10:42

Fabio Trad: "O fato de haver jornalistas criminosos não autoriza criminalizar a imprensa”

Assessoria

Os fatos que levaram o Congresso Nacional a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito Mista (CPI) para investigar as relações entre o contraventor Carlinhos Cachoeira, empresas e parlamentares respingou também em setores da mídia. Excessos cometidos, no entanto, não devem ameaçar um dos pilares da democracia: a liberdade de imprensa. Esta é a opinião do deputado federal Fabio Trad (PMDB – MS), para quem casos pontuais não devem servir de pretexto para uma normatização draconiana contra a imprensa.

“A liberdade de imprensa e a liberdade de expressão de pensamento não são dádivas, mas conquistas. Se a imprensa existisse com plena liberdade desde os primeiros anos da civilização cultural, golpes políticos seriam denunciados, ditaduras seriam desmascaradas, planos liberticidas e projetos genocidas descobertos, intenções malévolas seriam antecipadas e milhões de vidas seriam poupadas da morte violenta ou precoce. O fato de haver jornalistas criminosos não autoriza criminalizar, via domesticação e subserviência, a própria imprensa. Afinal, ela encarna um valor fundamental para a democracia”,afirmou o deputado sul-mato-grossense.

Fabio Trad disse ainda que “contra abusos cometidos em nome da liberdade de imprensa, existem instrumentos legais visando a tutela de bens jurídicos violados”. E afirmou: “Além destes instrumentos legais, não podemos sequer pensar em sufocar, ameaçar, jamordaçar a imprensa. Por essas razões, reafirmo a minha crença nos valores democráticos dos quais a imprensa incorpora e projeta o seu exercício”

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)