Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/11/2006 10:06

Fábio Costa 200 jogos e novo sócio do Santos

Se engana quem pensa que o confronto do Santos Futebol Clube com o Santa Cruz, neste domingo (03), às 18h10, no Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), pela última rodada do Brasileirão 2006, não vale nada. Pelo menos para um atleta do elenco do Peixe, o jogo terá um significado muito especial.


Isso porque, nesta partida, o goleiro Fábio Costa irá completar 200 jogos com a camisa do Alvinegro Praiano, uma marca que poucos atletas alcançam no clube e no futebol brasileiro.


Fábio Costa chegou ao Peixe em 2000 para ser reserva de Carlos Germano. Revelação do Vitória (BA), Costa já tinha tido passagens pelo Bahia, Cruzeiro e o PSV (da Holanda), além das seleções brasileiras de base. Na época jovem, com 22 anos, Fábio foi aos poucos buscando seu espaço. Estreou na meta peixeira no dia 24 de maio de 2000, na vitória por 3 a 1 sobre o Juventude, em partida disputada no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). Particiou da última Seleção Olímpica Brasileira, ao lado de Vanderlei Luxemburgo, nos Jogos Olímpicos de Sidney em 2000. Suas boas atuações substituindo Germano em alguns jogos em 2000 o credenciaram a assumir a Camisa 1 do Peixe em 2001. Neste ano, fez um excelente Campeonato Paulista, quando o Peixe ficou em terceiro-lugar. Em 2002, se contundiu seriamente na fase de preparação do Campeonato Brasileiro. Retornou a equipe nos jogos da fase final e eliminatória e foi decisivo no último jogo das finais com o Corinthians, fazendo defesas históricas.


Em 2003, Fábio Costa foi vice-campeão da Libertadores pelo Peixe. Uma partida deste torneio foi importante para o goleiro. O último jogo das quartas-de-final, como Nacional, do Uruguai, foi emocionante. O adversário abriu o marcador, em uma falha de Costa, que se aborreceu com o fato. Percebendo a inquietação do goleiro, que se agaichou logo depois que o jogo recomeçou, o lateral-esquerdo Léo foi a área santista, levantou o arqueiro, o que motivou toda torcida santista a reverenciá-lo em um grito único como o melhor goleiro do Brasil. Esse apoio da torcida foi vital para que o time empatasse a partida dentro de campo e a levasse para os pênaltis. Naquele momento, Fábio Costa virou herói, defendendo três cobranças uruguais e garantido a continuidade do Peixe na competição. Sua atuação nesta partida leh rendeu o apelido de Muralha da Vila. Costa ainda foi vice-campeão brasileiro neste ano.


Em 2004, o goleiro se desentendeu com algumas pessoas do Futebol do clube e optou por deixar a equipe, indo atuar em um dos co-irmãos da Capital.


Porém, em 2006, Fábio Costa retornou ao Santos FC. Identificado com as coisas do clube e da Cidade, Costa assumiu a tarja de capitão da equipe montada por Vanderlei Luxemburgo, que delegou ao goleiro a missão de liderar os jovens atletas que chegram no início do ano na Vila Belmiro. E ele cumpriu muito bem o papel, liderando jovens promessas na conquista do Campeonato Paulista de 2006 e quebrando mais um jejum de títulos no clube.


Para o goleiro, é um orgulho completar essa marca. "Poucos jogadores atuaram tantas vezes com a camisa do Santos FC. Essa é mais uma marca que estou alcançando no clube que tanto adoro. O Santos FC é como se fosse uma segunda casa minha".


Prova dessa indentificação do craque da meta do Peixe com o clube, é o fato de Fábio Costa não ser mais conhecido no Santos FC apenas pelo número 1 que veste nas costas. Desde setembro, a Muralha da Vila também utiliza no clube o número 41.860. Isso porque, na data supracitada, o capitão do time profissional do Peixe se tornou um sócio contribuinte da agremiação. Trata-se de um fato inusitado no momento atual do futebol brasileiro, onde os jogadores não fortalecem os laços com suas equipes, preferem ficar afastados do dia-a-dia do clube se preocupando apenas com suas atividades em campo.



Fábio Costa: Capitão e sócio do Peixe

Fábio Costa já tinha alugado um Camarote Artilheiro da Vila no início do ano e agora fortalece ainda mais sua ligação no Alvinegro Praiano com sua associação no clube. "Quando cheguei no Santos FC, em 2000, o clube era muito diferente. Depois de ficar dois anos afastado, observei as modificações que o Marcelo Teixeira e sua equipe de trabalho estão fazendo no clube, trazendo benefícios aos sócios, e entendi que, como capitão do time, tenho que dar o exemplo e participar mais ativamente do dia-a-dia do clube. Por isso me associei e coloquei minha família (a esposa Mônica e o filho Fabinho) como dependente", explicou a Muralha da Vila.


O envolvimento dos atletas no quadro associativo do clube era algo comum na Era de Ouro do Peixe. Antes mesmo de conquistarem títulos no Santos FC, José Ely Miranda, o Zito, e Francisco Ferreira de Aguiar, o Formiga, se tornaram sócios do Peixe. Formiga se associou ao clube no dia 21 de julho de 1950. Já Zito se tornou sócio em 13 de fevereiro de 1953. Até mesmo o Rei do Futebol (foto) se tornou sócio do clube ainda atleta, em 19 de outubro de 1970. Hoje, Formiga é supervisor de Futebol de Base, Zito é gerente de Futebol e Pelé é conselheiro nato do clube.


Em entrevistas recentes, Fábio Costa manifestou o desejo de encerrar a carreira no clube e seguir atuando em um cargo diretivo dentro do departamento de futebol, colaborando para que o futebol brasileiro e o Santos FC continuem em franca evolução. "Meu desejo é, ao encerrar a carreira, atuar nos bastidores, em uma função gerencial. Quando dentro do campo não der mais, quero continuar colaborando com o Santos FC fora dele", explicou.

Fábio Costa aproveitou para incentivar que todos os torcedores do Santos FC se tornem sócios do clube. "Eu vejo muito torcedor do Santos FC reclamando do time, do clube, da diretoria... torcedores que não são sócios do clube. Este torcedor tem que se associar para participar do dia-a-dia do clube e colaborar para que façamos um Santos ainda maior do que ele já é. Com a ajuda de todos os santistas, discutindo o Santos FC dentro do clube, é que conseguiremos transformar nosso clube sempre para melhor".


Aumento do quadro associativo
O quadro associativo do Santos FC tem mostrado significativas evoluções nos últimos anos. Desde 2003, quando a atual administração começou a promover uma série de melhorias e vantagens ao quadro associativo, até este ano, a média de sócios novos por dia aumentou de 1,12 (2003) para 9,21 (2006 até novembro). Hoje, o Santos Futebol Clube conta com mais de 19 mil sócios em seu quadro associativo. Esse número abrenge sócios contribuintes, remidos e sócios-torcedores.


Responsável pela modernização do atendimento ao sócio, o supervisor administrativo Modesto Roma Júnior (foto), explica que vários fatores justificam este representativo aumento do quadro associativo. "Hoje, os sócios não pegam filas para comprarem seus ingressos para assistirem aos jogos na Vila Belmiro. Com a própria carteira social eles acionam a catraca e recebem, ao final de cada mês, um boleto cobrando os jogos em que ele esteve presente". Outa vantagem do associado é o desconto de 50% do valor do ingresso. "Além de ter a vantagem de acionar a catraca com a carteira, o associado ainda paga meio ingresso, mais uma importante vantagem", disse Roma.


Outra vantagem do quadro associativo do Peixe é a área exclusiva para assistir as partidas no Estádio Urbano Caldeira. Em todos os jogos na Vila Belmiro, os associados contam com a Arquibancada Nicolas Leoz, dotada de confortáveis assentos, com exclusividade para acompanhar a partida. Além disso, o associado pode ainda optar por assistir ao jogo das arquibancadas, entrando através da catraca exclusiva de sócios no Portão 1 do Estádio Urbano Caldeira.


Entre outras vantagens enumeradas por Roma, destacamos a criação de uma área específica para o associado no site do Santos FC, a criação dos e-mails dos sócios, o programa Sócio-Torcedor e os descontos nas escolas de Futebol Meninos da Vila e lojas de artigos do Santos FC (Umbro Store e Santos Mania).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)