Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/10/2005 08:27

Exportador não vê "problema dramático''no foco de aftosa

Shislaine Vieira/Campo Grande News

A descoberta de um foco de febre aftosa no estado do Mato Grosso do Sul "não é nenhum problema dramático" para os exportadores do produto e para o país, segundo o presidente da Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes), Marcus Vinícius Pratini de Moraes, nesta terça-feira.
Conforme o presidente da Abiec, o país terá algum prejuízo, até mesmo que alguns países fecharão à importação de carne do Brasil, mas que o assunto não pode ser tratado como drama. Ele disse ainda que o ministério da Agricultura tem capacidade técnica para "tirar isso de letra". E que no momento, o importante é comunicar a todos os países que o Brasil cumpriu rigorosamente as normas sanitárias definidas pela Organização Internacional da Saúde Animal, segundo Agência Brasil.
Moraes visou que apesar de o país seguir adequadamente as normas de sanidade animal, o governo não deu a devida "prioridade" à questão e que esta prioridade precisa ser restaurada.
O governo recebeu, nesta terça-feira, quatro notificações cancelando temporariamente a compra de carne bovina. Os países da União Européia suspenderam a importação de carne de Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo. A Inglaterra não comprará carne que saia de Mato Grosso do Sul e Paraná. Israel e África do Sul embargaram o produto proveniente de qualquer parte do território brasileiro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)