Cassilândia, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

20/07/2015 12:00

Exportações do agronegócio no primeiro semestre caem 12% em dólar

Portal Segs

O valor exportado acumulado no ano (US$ 43,3 bilhões) apresentou queda de 11,9% quando comparado com o mesmo período de 2014 (US$ 49,1 bilhões). O saldo da balança do agro foi robusto neste período (US$ 36,2 bi), porém, com queda de 11,2%. Continuando nesse ritmo, fecharíamos 2015 com um montante de US$ 87 bi, aquém da meta de 100 bi.

O saldo da balança comercial brasileira em junho foi de US$ 4,5 bi, importante para recuperar o déficit que vinha existindo no semestre. Estamos agora com um saldo de US$ 2,2 bilhões, mas não conquistado graças a um aumento das exportações, mas sim à queda drástica nas importações do país, reflexo da crise econômica que afeta o consumo e principalmente o investimento (bens de capital) e da força do dólar. Mais uma vez o agro evitou um desastre ainda maior na economia brasileira, pois sem suas exportações, a balança comercial estaria negativa em US$ 34 bilhões.

Neste junho, os 10 campeões no aumento das exportações em relação a 2014 foram respectivamente: soja em grãos (aumentou US$ 190,2 milhões em relação a junho 2014), carne de frango in natura (US$ 65,8 mi), suco de laranja (US$ 46,7 mi), celulose (US$ 42,1 mi), papel (US$ 26,7 mi), feijões secos (US$ 13,0 mi), leite em pó (US$ 9,9 mi), madeira serrada (US$ 9,4 mi), madeira compensada ou contra-placada (US$ 6,9 mi) e madeira perfilada (US$ 5,9 mi). Estes 10 juntos foram responsáveis por um aumento de aproximadamente US$ 416,6 milhões nas exportações do agro de junho.

Nos destinos dos produtos do agro brasileiro, os 10 principais países que mais cresceram suas importações foram: China (US$ 476,6 milhões a mais que em junho de 2014), Egito (US$ 105,3 mi), Índia (US$ 85,1 mi), Arábia Saudita (US$ 61,0 mi), Irã (US$ 60,3 mi), Bangladesh (US$ 54,5 mi), Vietnã (US$ 53,4 mi), Bélgica (US$ 47,2 mi), Eslovênia (US$ 20,7 mi) e Tunísia (US$ 18,5 mi). Juntos, estes dez países foram responsáveis pelo aumento de US$ 982,5 milhões.

As importações do agronegócio comparando-se junho de 2014 com junho de 2015 diminuíram 12,8%, seguindo a tendência de queda observada ao longo de 2013 e 2014.

Esta primeira metade de 2015 apresentou com queda considerável no valor das exportações em relação a 2014, e reduções nas importações de importantes mercados como a China, Estados Unidos e Europa.
Talvez a meta de US$ 100 bilhões não seja alcançada neste ano de melhorias na economia internacional e de sensível desvalorização do real. Não apenas o câmbio, mas outras dificuldades exportadoras de nossas cadeias produtivas afloram, além do importante e nocivo efeito de preços internacionais das commodities relativamente menores no nosso desempenho exportador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)