Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

16/10/2003 15:47

Exportação: MS teve superávit de US$ 3 mi em setembro

APn

A balança de comércio exterior de Mato Grosso do Sul voltou a apresentar superávit no mês de setembro. Desta vez, o Estado arrecadou com suas exportações US$ 3,26 milhões a mais do que o valor gasto com compras de mercadorias fabricadas em outros países. Com isso, o saldo positivo acumulado no ano já atinge US$ 24,6 milhões.

Os números são da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Secex/MDIC) e da Secretaria de Estado de Planejamento e de Ciência e Tecnologia (Seplanct).

De acordo com o relatório divulgado nesta quinta-feira, as exportações sul-mato-grossenses ultrapassaram US$ 48 milhões no mês passado – volume praticamente idêntico ao verificado no mesmo período de 2002 (US$ 47,92 milhões). De janeiro a setembro, as vendas externas sul-mato-grossenses foram responsáveis por uma entrada de capital externo da ordem de US$ 367,70 milhões. Já as importações em setembro totalizaram US$ 44,74 milhões, elevando o total desde janeiro para US$ 343,09 milhões.

Três em cada quatro dólares que entraram este ano no Estado através das exportações está diretamente ligado ao agronegócio. Soja e derivados, carne suína, frangos e carne de boi são os principais produtos da pauta de exportações de MS.

“O que acaba sendo natural graças às nossas potencialidades, mas o perfil das exportações está mudando na medida em que conseguimos avanços na industrialização das nossas matérias-primas”, ponderou o vice-governador e secretário Egon Krakhecke (Planejamento, Ciência e Tecnologia), mencionando os casos da suinocultura e da avicultura – atividades relativamente recentes na economia do Estado e que, juntas já são responsáveis por 26% dos recursos gerados pela atividade exportadora este ano. Este percentual significa um montante de US$ 72,57 milhões.

Os principais destinos das exportações de MS são, respectivamente: Alemanha, Rússia, Argentina, Holanda, França, China (incluindo Hong Kong), Itália, Reino Unido e Japão.

Gás natural - Já as importações do Estado continuam sendo puxadas pela locomotiva do gás natural da Bolívia. Só este ano, MS já importou US$ 240 milhões – ou 70,15% de todas as compras feitas no exterior. “Mas é preciso fazer uma ressalva, pois o gás natural contabilizado como importação sul-mato-grossense não é todo utilizado aqui, ele abastece todos os estados por onde passa o gasoduto”, explicou o vice-governador. Além de MS, o gás boliviano é consumido no Paraná, Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

Graciliano Rocha - Seplanct

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Setembro de 2020
09:00
Santo do Dia
Domingo, 20 de Setembro de 2020
Sábado, 19 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)