Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019

Últimas Notícias

15/10/2019 16:30

Exportação de milho dispara, mas balança comercial cai US$ 200 milhões

Campo Grande News

 

De janeiro a setembro de 2019, Mato Grosso do Sul acumula um saldo de US$ 2,264 bilhões na balança comercial. O valor é menor em relação ao mesmo período do ano passado que foi de 2,461 bilhões, porém houve crescimento nas exportações de celulose, milho, carne bovina e algodão. A exportação do milho disparou e teve aumento de 337,15% em relação ao mesmo período do ano passado, mas a soja caiu significativamente.

Os valores constam na Carta de Conjuntura do Setor Externo do mês de outubro, publicada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), nesta terça-feira.

O secretário Jaime Verruck, da Semagro, destaque a expansão nas exportações de milho, com 337,15% de aumento em relação ao mesmo período do ano passado. “Tivemos uma safra recorde de 12 milhões de toneladas e o governo fez uma flexibilização, permitindo o aumento das vendas externas. O resultado foi que nós estamos exportando mais de 1,6 milhão de toneladas neste ano, com crescimento substancial em relação à produção e às exportações do ano passado”, comentou.

A celulose se mantém como primeiro produto na pauta de exportações, representando 37,8% do total exportado em termos do valor. Também registrou aumento nos valores negociados (7,99%) e em volume (7,39%), em relação ao mesmo período no ano passado. Embora haja uma queda de 43,93% nas exportações de soja, o grão ainda configura como segundo produto da pauta, correspondendo a 24,14% do total exportado de janeiro a setembro de 2019.

Com relação à soja, o titular da Semagro lembra que houve uma redução significativa nas exportações. A queda foi de 43,91% em relação ao ano passado. Segundo ele, a redução tem como consequência uma diminuição na demanda mundial e também pelo aumento do processamento interno do grão em Mato Grosso do Sul. “Em novembro será inaugurada uma nova fábrica de soja, em Dourados e no ano que vem vamos inaugurar mais uma. A tendência é de que o Estado reduza as exportações de grãos aumentando a exportação de farelo”.

Outros destaques no resultado acumulado de janeiro a setembro deste ano foram o aumento nas exportações de carne bovina e do algodão. “A carne bovina teve um crescimento de 20,76% em relação ao ano passado. Ainda há espaço para crescer e isso deve ocorrer em função da habilitação de frigoríficos para o comércio com os Estados Unidos, Japão e China. No algodão, nós tivemos uma excepcional safra. O volume de exportações ainda é pequeno relação às outras culturas, mas o crescimento foi significativo, de 17%. Isso mostra o Estado muito bem posicionado no mercado internacional”, comentou o secretário.

A China continua sendo o maior destino das exportações com 42% com crescimento das exportações para os Estados Unidos e Japão. Em termos regionais, Três Lagoas segue como principal município exportador com 50,39% do total exportado seguido por Campo Grande com 9%. “A celulose hoje representa 42% das exportações, fazendo com que o município de Três Lagoas se destaque, já que toda a indústria de celulose do Estado se concentra no município”, finalizou Jaime Verruck.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Novembro de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Domingo, 10 de Novembro de 2019
09:00
Santo do Dia
Sábado, 09 de Novembro de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)