Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/03/2006 19:31

Exportação de carne bovina cresceu 12,55% em fevereiro

Beatriz Pasqualino/ABr

O crescimento de quase 3% no volume de carne bovina exportado pelo Brasil representou um aumento de mais de 12,55% no valor negociado em fevereiro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2005. Os dados constam do balanço divulgado hoje (9) pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec). Ao todo, as vendas somaram US$ 215 milhões.

Segundo o diretor-executivo da Abiec, Antonio Jorge Camardelli, o resultado é reflexo da atual situação cambial e do embargo à carne brasileira por causa da febre aftosa. "Estamos fazendo das tripas coração por causa do preço do dólar e do problema ocasionado pela aftosa. Com o embargo dos países, felizmente alguns produtores conseguem fazer a capilaridade, ou seja, transferir sua produção para unidades onde não tem embargo", afirmou.

Camardelli disse que, nos estados onde há embargo (Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo), os produtores ainda têm alguns mercados abertos e estão modificando a composição de oferta de cortes, o que possibilitou ter grande volume e renda em fevereiro.

O embargo à carne brasileira por causa da febre aftosa foi declarado por 56 países, sendo que as 25 nações da União Européia decidiram pelo bloqueio parcial à importação do produto. "A curto e médio prazo devemos reverter os embargos mais significativos, que são os do Chile, Argélia e Rússia", explicou.

O valor do comércio de carne in natura superou em mais de 10% o mês de fevereiro do ano passado. Rússia e Egito lideram a lista de maiores compradores.

O valor negociado na exportação de carne industrializada teve aumento de cerca de 19%, apesar da redução na quantidade comprada. Os negócios do Brasil com os Estados Unidos e o Reino Unido são os mais representativos nesse ramo.

De acordo com a Abiec, o Brasil ainda é o maior exportador de carne bovina do mundo, em volume, alcançando mais de 176 mercados diferentes e somando aproximadamente US$ 3,15 bilhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)