Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/06/2015 15:51

Explicado o "terremoto" em Campo Grande

Campo Grande News

Técnicos do DNPM-MS (Departamento Nacional de Produção Mineral), do Ministério de Minas e Energia, confirmaram, na manhã de hoje, que a explosão na pedreira Votorantim, localizada na saída para Rochedo, assustou os moradores da Capital na sexta-feira (19). Eles realizaram vistoria no local e confirmaram a utilização de "técnica diferente", que teria causado o barulho e tremores em alguns bairros da cidade.

O superintendente regional do DBPM-MS, Antonio Carlos Navarrete Sanches, explica que a detonação na data e horário em que os supostos tremores ocorreram estava prevista no plano de fogo autorizado pelo departamento e pelo Exercito Brasileiro, no entanto, a utilização de uma técnica “diferente”, conhecida como “Booster”, pode ter aumentado o potencial das explosões.

“Tivemos o conhecimento de que foi utilizado esta técnica, que não leva mais explosivos do que uma detonação comum, no entanto, praticamente dobra os efeitos. Por isso, acreditamos que este excedente tenha provocado alguma sensação de tremor e as condições do vento favoreceram a propagação do som”, disse.

Sanches reitera que apesar da técnica aumentar o poder destrutivo dos explosivos, o volume utilizado não seria suficiente para “tremer a cidade toda”, como foi relatado por moradores de diversos bairros.

“Apesar de maior, a explosão não saiu muito fora do comum e por isso não daria para moradores de bairros mais afastados da pedreira, por exemplo, sentirem os tremores. Houve um pouco de exagero neste episódio”, conclui.
Segundo o superintendente, teste chamado sismografia foi feito para verificar as consequências da explosão, e na quinta-feira (25), uma nova detonação deve ocorrer também para verificar os impactos.

Nada fora do normal - Em nota, a empresa Votorantim Mineração afirmou que cumpre rigorosamente as normas de segurança previstas em lei, que o monitoramento é constante e que não registrou nenhum ponto de detonação de rochas fora do normal.

Susto - O estrondo ouvido na tarde desta sexta-feira (19) em diversas regiões de Campo Grande assustou moradores, que repercutiram o fato na rede social Facebook. Muitos escutaram o barulho de uma explosão e alguns viram as janelas de casa tremeram.

Moradores da Vila Sobrinho, próximo à Praça do Papa, acreditam que eram explosivos no quartel que fica próximo. Depois do fato, helicópteros sobrevoaram a região.

O barulho foi ouvido pela população da Vila Planalto e Taveirópolis também.

Pessoas disseram ouvir também na região da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e na Avenida Calógeras, no Centro da cidade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)