Cassilândia, Quinta-feira, 04 de Março de 2021

Últimas Notícias

10/04/2017 16:18

Exército põe 900 homens na Operação Ágata, mas não revela resultados

Helio de Freitas, Campo Grande News
Soldado do Exército em sobrevoo de helicóptero durante a Operação Ágata (Foto: Divulgação)Soldado do Exército em sobrevoo de helicóptero durante a Operação Ágata (Foto: Divulgação)

 

A 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada do Exército em Dourados, a 233 km de Campo Grande, divulgou na tarde desta segunda-feira (10) balanço da primeira fase da Operação Ágata 2017, na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai e a Bolívia.

O trabalho foi feito de 2 a 8 de abril, em cooperação as demais forças, órgãos de segurança pública e agências federais, estaduais e municipais.

De acordo com o coronel Marcelo Rocha Lima, chefe do Estado-Maior da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, foram empregados 900 militares, que realizaram pelo menos 150 ações.

O trabalho ocorreu em 30 postos de bloqueio e controle de estradas, 78 patrulhamento de reconhecimento aéreo e terrestre, além de fiscalizações em “áreas sensíveis”, como terminais rodoviários e vistorias de veículos leves e pesados.

Segundo nota oficial do Exército, as ações resultaram na apreensão de drogas e mercadorias ilegais, mas a quantidade de material interceptado pelos militares não foi revelada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 04 de Março de 2021
Quarta, 03 de Março de 2021
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)