Cassilândia, Domingo, 17 de Novembro de 2019

Últimas Notícias

31/10/2019 10:40

Executivo defende mudanças no Fundersul para potencializar receita

Campo Grande News

 

Criado há 20 anos, o Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário) também faz parte das propostas de ajuste fiscal a serem encaminhadas para votação da Assembleia Legislativa, em mensagem que o governador Reinaldo Azambuja entrega hoje. A proposta, como apurou o Campo Grande News, é de ampliação em até 50% da contribuição do setor rural para aumentar a receita do Fundo e assegurar investimentos maiores em rodovias e áreas urbanas.

As mudanças previstas incidem sobre a contribuição dada pela pecuária e também pela agricultura. O fundo, com previsão de receita em R$ 380 milhões em 2019, é formado por valores cobrado a cada bovino comercializado no Estado e também a cada tonelada de produto agrícola, com destaque para soja, milho e cana-de-açúcar, as principais lavouras no Estado.

Para o gado, a principal alteração é a criação de quatro faixas de cobrança. Hoje, são duas, começando em 29% do valor da Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul), cotada a R$ 28,77. Para a soja, milho e cana, aumenta o valor por tonelada. Atualmente, ele parte de 2,28% da cotação da Uferms e vai até 36,60%.

Sanidade – Conforme o secretário de Fazenda, Felipe Mattos, informou ao Campo Grande News, o projeto que vai para a Assembleia propõe ainda investimento de parte dos recursos pagos pelos produtores na formação de fundo privado de defesa sanitária animal e vegetal.

Esse organismo faz parte de agenda federal para a conquista, pelo Brasil, do status de pais livre da febre aftosa sem vacinação. A sugestão é de criar o fundo e também um mecanismo de fiscalização pública da aplicação dos recursos.

Felipe Mattos explicou que o poder público estadual já tem um fundo com esse fim, mas com uma iniciativa privada, o combate à doença fica mais forte pois “é possível agir com mais rapidez em casos emergenciais”.

Do total arrecadado pelo Fundersul, 25% vão para as prefeituras. O restante vai para obras de pavimentação asfáltica, ações de recuperação e vias públicas e drenagem urbana e também recuperação e manutenção de rodovias.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Novembro de 2019
09:00
Santo do Dia
Sábado, 16 de Novembro de 2019
Sexta, 15 de Novembro de 2019
09:00
Santo do Dia
06:44
Cassilândia/Barretos
Quinta, 14 de Novembro de 2019
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)