Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

05/07/2004 16:21

Exame de OAB deverá ser unificado

Edir de Souza Viegas

Presidentes das Seccionais da OAB no Sul, Sudeste e Cen-tro-Oeste do País discutiram no final de semana a possibilidade de as provas do Exame de Ordem serem elaboradas por uma única equipe de professores e aplicadas simultaneamente nessas três re-giões. A idéia é a de padronizar o conteúdo das provas e também a de avaliar de maneira mais ampla o preparo dos bacharéis em Direito para o exercício da advocacia.
O debate em torno da proposta aconteceu na cidade de Gramado, o Rio Grande do Sul, durante a reunião do Colégio de Presidentes de Seccionais da OAB das regiões Sul, Sudeste e Cen-tro-Oeste. Segundo o presidente da Ordem no Estado, Geraldo Es-cobar Pinheiro, a idéia foi bem aceita e será agora discutida com o Conselho Federal da entidade.
“Segundo o que foi apresentado, a idéia é a de aplicar as provas em um único dia nessas regiões, levando-se em considera-ção o fuso horário para que o Exame de Ordem ocorra num mesmo momento”, explicou Geraldo Escobar. Também a elaboração das provas será unificada. “As mesmas questões apresentadas aos ba-charéis em Mato Grosso do Sul terão que ser respondidas pelos bacharéis dos demais Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste”, disse ele.
Para tanto, acrescentou, “as comissões de Exame de Or-dem dessas Seccionais passarão a trabalhar em conjunto na elabo-ração das provas”. Para o presidente da OAB/MS, por meio da uni-ficação a instituição terá melhores condições para avaliar a qualida-de do ensino oferecida pelas universidades e também a capacidade técnica e o conhecimento jurídico dos bacharéis em Direito.
“Já estamos tratando do assunto e se tudo caminhar con-forme o planejado, é possível que ainda este ano estaremos reali-zando o primeiro Exame de Ordem nessa nova sistemática”, infor-mou Geraldo Escobar.
Dez anos do EOAB – Durante a reunião do Colégio de Presidentes de Seccionais os advogados comemoraram os 10 anos de vigência da Lei Federal 8.906/94 – Estatuto da Advocacia, que segundo o presidente nacional da instituição, Roberto Busato, “con-firmou o sentido público da missão do advogado”.
Para Busato, “o advogado não pode ser visto como mero integrante do corpo jurídico. É ele quem dá vida aos processos judi-ciais, tornando-se centro difusor de idéias e de formação de juris-prudência. Pela criatividade e inteligência do advogado, o Direito se mantém vivo e a Justiça se realiza. Daí a importância do Estatuto”.

Assessoria de Imprensa da OAB/MS – 05.07.2004.
Informações pelos telefones 318-4700

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)