Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/07/2004 15:22

Exame de audição do bebê pode ser obrigatório

Agência Câmara

O Projeto de Lei 3509/04, do deputado Carlos Nader (PFL-RJ), torna
obrigatório o diagnóstico de audição dos bebês, imediatamente após o nascimento, nas maternidades e hospitais da rede pública e particular de saúde.
De acordo com a proposta, quando o bebê nascer fora da maternidade ou em outra unidade de saúde, o diagnóstico terá que ser feito até os três primeiros meses de vida. Caberá ao Poder Executivo regulamentar o dispositivo, no prazo de sessenta dias.
O objetivo do projeto, segundo seu autor, é detectar precocemente uma possível perda auditiva no bebê, analisando sua cóclea (parte anterior do labirinto, ou orelha interna, também conhecida como caracol). Segundo Nader, o teste é rápido e direto, não depende da resposta do paciente e pode ser realizado sem sedação, porque é indolor.

Tramitação
A proposta tramita apensada ao PL 6951/02, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), que institui o exame obrigatório de Emissões Otoacústicas Evocadas (teste da orelhinha) nas unidades públicas e privadas do Sistema Único de Saúde.
Os dois textos estão sendo examinados pela Comissão de Seguridade Social e Família, onde têm como relatora a deputada Angela Guadagnin (PT-SP). Em seguida, serão apreciados pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Da Redação/LCP


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)