Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/11/2010 18:17

Ex-prefeito fez a campanha mais cara para a Assembleia

Paulo Fernandes, Campo Grande News

Os 24 deputados estaduais eleitos e reeleitos gastaram R$ 17,8 milhões na campanha deste ano.

Seis deles tiveram campanhas que custaram mais de R$ 1 milhão, segundo as declarações entregue à Justiça Eleitoral.

A campanha com maior receita para a Assembleia Legislativa foi a do ex-prefeito de Aquidauana Felipe Orro (PDT), no valor de R$ 1.396.271,87.

Entre os financiadores dele estão três políticos: o pai Roberto Orro, o senador Delcídio do Amaral (PT) e o deputado federal Vander Loubet (PT). Felipe Orro também declarou ter investido R$ 405.534,00 de recursos próprios.

No ranking das campanhas com maior receita estão ainda o ex-presidente da Assembleia Legislativa Londres Machado (PR), que declarou ter feito uma campanha de R$ 1,27 milhão, e o secretário estadual de habitação Carlos Marun (PMDB), com R$ 1,24 milhão.

Outros três deputados também tiveram campanhas milionárias: Onevan de Matos (PSDB), que foi reeleito; Márcio Monteiro (PSDB) e Eduardo Rocha (PMDB), eleitos.

Onevan declarou ter feito uma campanha de R$ 1,1 milhão. A receita de Marcio Monteiro foi de R$ 1.044.219,50. E o marido da vice-governadora Simone Tebet, Eduardo Rocha, conseguiu ser eleito com uma campanha de R$ 1,06 milhão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)