Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/12/2009 09:41

Ex-juiz de Cassilândia deixa o Judiciário de MS

TJ/MS

Ele foi aprovado no primeiro concurso realizado pelo novo Estado e dedicou sua vida a fazer justiça. Depois de 30 anos de dedicação, o Des. Ildeu de Souza Campos deixa o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul porque completa 70 anos no dia 26 de dezembro.

Mineiro de Itamarandiba, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1970 e ingressou na magistratura nove anos depois, na Comarca de Cassilândia. Em setembro de 1980 foi promovido para Nova Andradina, onde foi diretor do Fórum por três gestões e juiz eleitoral. Durante o período em que permaneceu naquela comarca, recusou duas promoções para Campo Grande.

Em 1987, foi promovido para a então 5ª Vara Criminal e de Menores da Capital e lutou pela criação da Vara de Menores. Foi o primeiro juiz de menores de Campo Grande, e assim permaneceu por dois anos. Em 1989, passou a atuar na 5ª Vara Cível de onde foi promovido para o Tribunal de Justiça, em março de 2000. Foi membro do TRE por dois anos e respondeu pela vice-presidência do TJMS no biênio 2007/2008.

Questionado sobre como foi fazer parte do Poder Judiciário por 30 anos, ele foi sucinto: “Foi uma experiência muito boa, conquistei muitos amigos e, se inimigos deixei, são inominados, porque quando se julga agradamos alguns e desagradamos outros”, disse, ressaltando que juiz e magistrado devem ter sensibilidade para julgar, “sem isso, seria com um robô”.

Ele resumiu toda sua vida dedicada à magistratura em uma única frase: “Deixo a toga imaculada”.

O Des. Rêmolo Letteriello achou bom e fácil falar sobre Ildeu de Souza Campos. Para falar de quem chamou de extraordinário companheiro, ele citou a dedicação ao trabalho, a capacidade profissional, a serenidade, o equilíbrio do modo de agir como homem e como juiz, que fizeram com que ele se tornasse uma pessoa especial e exemplar, merecendo o respeito, a estima e a admiração dos que com ele se relacionaram.

“Sem embargo da minha suspeição, posso dizer que Ildeu de Souza Campos é um tema precioso que merece ser incluído no rol daqueles a quem este Estado, e particularmente o seu Poder Judiciário, deve uma dívida irresgatável. Com ele também convivi na vida social e posso dizer que, continuamente, mostrou-se modelo de chefe de família, admirável esposo da sempre presente Anelza, pai extremoso dos dedicados Vinícius, Leonardo e Dariane e avô encantado do paparicado João Pedro. Os que ficam prestam a Ildeu, nessa hora de despedida, as homenagens de que nos é credor, pelo seu talento, pela sua bela trajetória de vida e pela sua irradiante amizade que sempre haveremos de cultivar”, disse Rêmolo.

O Des. João Maria Lós foi outro a exaltar as qualidades de Ildeu, a quem conhece há mais de 20 anos e com quem trabalhou em primeiro grau e na justiça eleitoral. “É um amigo espetacular, companheiro para qualquer hora e não falha quando se precisa dele. Competente e muito responsável, é um pai de família exemplar. Vai deixar saudades”, afirmou.

O Des. Elpídio Helvécio Chaves Martins, presidente do TJMS, fez questão de render suas homenagens ao amigo que participa da última sessão do Tribunal Pleno e do Órgão Especial. “Completamos 30 anos de Poder Judiciário neste Estado e o Des. Ildeu assumiu a tarefa de bem distribuir a justiça desde o início, já que foi aprovado no primeiro concurso. A história da justiça sul-mato-grossense mistura-se com a história de vida deste magistrado, homem de bem, pai zeloso, amigo de todas as horas. Ildeu, cumpra seu destino com a certeza que o Judiciário tem com você uma dívida de gratidão pelos anos aqui empenhados”, declarou o presidente.

O que dizer para um amigo tão querido, em uma despedida que ninguém desejou? O Des. Lós sintetizou todo seu sentimento de amizade em uma única frase: “que continue sendo assim para ser feliz”.

O Des. Rêmolo ressaltou que, desligado das lides cotidianas da profissão em razão de aposentadoria por implemento de idade, Ildeu poderá dedicar-se mais ainda aos seus entes queridos dispensando-lhes doses maiores de atenção, afeto, carinho e proteção. “Todos perdem com essa aposentadoria; perde o Poder Judiciário de MS, pois se priva de um grande juiz que, com simplicidade e bom senso, sempre apontou o caminho exato e reto das suas decisões, na busca incessante de dar a cada um o que é seu; perdemos nós, seus pares, pela falta de convivência diuturna, acostumados que fomos a trocar informações e discutir ideias e evoluções do Direito para bem orientar os nossos julgamentos e bem aplicar a justiça; perde, enfim, a magistratura ativa deste Estado, que fica desprovida de um fiel e combativo aliado que, ao lado de outros valorosos magistrados, tanto lutou para alcançar as sonhadas e justas reivindicações da nossa classe”.

O Des. Elpídio despediu-se, questionando o que se poderia dizer e improvisou: “que tenha tanta saudade de nós, como teremos dele; que tenha saúde suficiente para aproveitar essa nova fase de sua vida; que tenha alegria e amor para dividir com seus familiares, mas, acima de tudo, que tenha as bênçãos de Deus para protegê-lo hoje e sempre. Você nos fará muita falta, meu amigo”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)