Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/10/2007 21:02

Ex-dirigentes do extinto Banco Econômico são condenados

Bruno Bocchini /ABr

São Paulo - Os ex-dirigentes do extinto Banco Econômico foram condenados na Justiça Federal por crimes contra o sistema financeiro nacional. A decisão, do juiz federal Toru Yamamoto, da 3ª Vara Criminal de São Paulo, foi tomada no último dia 28 e divulgada hoje (3). Cabe recurso.


O ex-presidente do banco Ângelo Calmon de Sá foi condenado a 13 anos e quatro meses e o ex-vice-presidente José Roberto David de Azevedo, a seis anos, ambos em regime fechado.

Em regime semi-aberto foram condenados o ex-diretor da Área Internacional Ildebrando Crisóstomo da Silva Filho (quatro anos e oito meses) e o ex-gerente geral assistente do Departamento de Estrangeiros e ex-superintendente da Superintendência de Recursos Externos Fernando Antônio Azevedo Marques Prestes (quatro anos e quatro meses).

Na sentença, o juiz considerou Ângelo Calmon o principal estrategista das irregularidades. “Promotor e mandante dos fatos da denúncia, além de destinatário dos recursos ilicitamente captados no exterior e desviados para o banco, em última análise, em seu próprio benefício”, diz o juiz.

O Banco Econômico foi uma das instituições financeiras que quebrou após a implantação do Plano Real, em 1994. O banco recebeu ajuda do governo por meio do Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional (Proer). Em 1995 sofreu intervenção e entrou em liquidação judicial em 1996.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)