Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/10/2007 21:02

Ex-dirigentes do extinto Banco Econômico são condenados

Bruno Bocchini /ABr

São Paulo - Os ex-dirigentes do extinto Banco Econômico foram condenados na Justiça Federal por crimes contra o sistema financeiro nacional. A decisão, do juiz federal Toru Yamamoto, da 3ª Vara Criminal de São Paulo, foi tomada no último dia 28 e divulgada hoje (3). Cabe recurso.


O ex-presidente do banco Ângelo Calmon de Sá foi condenado a 13 anos e quatro meses e o ex-vice-presidente José Roberto David de Azevedo, a seis anos, ambos em regime fechado.

Em regime semi-aberto foram condenados o ex-diretor da Área Internacional Ildebrando Crisóstomo da Silva Filho (quatro anos e oito meses) e o ex-gerente geral assistente do Departamento de Estrangeiros e ex-superintendente da Superintendência de Recursos Externos Fernando Antônio Azevedo Marques Prestes (quatro anos e quatro meses).

Na sentença, o juiz considerou Ângelo Calmon o principal estrategista das irregularidades. “Promotor e mandante dos fatos da denúncia, além de destinatário dos recursos ilicitamente captados no exterior e desviados para o banco, em última análise, em seu próprio benefício”, diz o juiz.

O Banco Econômico foi uma das instituições financeiras que quebrou após a implantação do Plano Real, em 1994. O banco recebeu ajuda do governo por meio do Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional (Proer). Em 1995 sofreu intervenção e entrou em liquidação judicial em 1996.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)