Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/04/2005 15:24

Evangélicos : Contrários a pilula do dia seguinte

Dourados News

Lideranças da Aliança Evangélica do Brasil (AEVB) em Mato Grosso do Sul posicionaram-se contrários à distribuição gratuita da “pílula do dia seguinte”. A medida faz parte do Programa de Planejamento Familiar, lançado no último dia 22 de março pelo Ministério da Saúde, e prevê, além da distribuição do contraceptivo de emergência, a não-obrigatoriedade do Boletim de Ocorrência para que as vítimas de violência sexual sejam submetidas ao aborto em hospitais da rede pública.

Conforme o presidente da AEVB, pastor Edílson Vicente, a medida é imoral tendo em vista que o medicamento é considerado abortivo.

“É absurda e imoral a distribuição da pílula. Mais uma vez o governo federal tenta resolver um problema social combatendo o efeito ao invés de combater a causa. Nós, evangélicos, entendemos que esta iniciativa acaba incentivando o sexo sem responsabilidade, o que pode resultar em mais jovens e adolescentes contaminados com doenças sexualmente transmissíveis”, ponderou o pastor, acrescentando que os recursos destinados ao programa poderiam ser investidos em educação sexual.

Atualmente a pílula do dia seguinte é comercializada livremente em farmácias de todo país e custa em média R$ 20,00. Seu efeito no organismo da mulher é o de não permitir a nidação, ou seja, a fixação do feto fecundado no útero.

“O sexo é algo bendito, desde que seja dentro do casamento e debaixo da bênção do Senhor. Precisamos encontrar meios de levar a sociedade ao resgate dos valores familiares”, finalizou o pastor Edílson.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)