Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

02/03/2005 09:11

EUA citam jornalista morto, índios e impunidade em MS

Graciliano Rocha/Campo Grande News

Mato Grosso do Sul foi citado três vezes no relatório anual/2004 sobre a situação dos direitos humanos produzido pelo Departamento de Estado do governo dos Estados Unidos.
Nas 59 páginas dedicadas à seção brasileira do documento, as autoridades norte-americanas criticam o ambiente de falta de segurança em que trabalham os jornalistas brasileiros e citam os dois profissionais de imprensa assassinados no país ao longo do ano passado. Um deles, o radialista Samuel Roman, morto a tiros no dia 21 de abril, em Coronel Sapucaia, na divisa com o Paraguai. O assassinato de Roman, segundo o relatório, está ligado às denúncias contra as quadrilhas de traficantes e ao crime organizado instalado na fronteira feitas pela vítima. “Os jornalistas não gozaram de qualquer proteção contra a violência para exercerem suas atividades”, diz o documento.
O relatório também menciona o episódio da ocupação de 14 fazendas em Japorã e Iguatemi por índios guaranis caiuás que reivindicam a expansão da área da reserva de Porto Lindo. O documento cita os reféns tomados pelos indígenas e destaca a negociação para a desocupação de 11 das 14 fazendas.
A última citação ao Mato Grosso do Sul é uma crítica implícita às autoridades brasileiras. “Não há nenhuma nova informação sobre o assassinato, em janeiro de 2003, de Marcos Verón, um proeminente líder da nação guarani caiuá em Mato Grosso do Sul”, diz o documento, que também faz menção à disputa fundiária na região da Grande Dourados. O relatório lembra que o caso ainda aguarda um desfecho com a punição dos responsáveis pelo assassinato de Verón e a demarcação das terras indígenas na região.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)