Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/06/2004 15:34

Estudo traz perfil de trabalhadores sem previdência

AgPrev

Estudo elaborado pela Secretaria de Previdência Social traz dados sobre o perfil dos trabalhadores ocupados sem cobertura previdenciária no país.

O levantamento, elaborado a partir dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/2002), do IBGE, mostra que existem cerca de 27 milhões de trabalhadores ocupados socialmente desprotegidos. Desse total, 16,9 milhões têm renda suficiente para aderir à Previdência Social. Os outros 9,8 milhões têm rendimento inferior a um salário mínimo e, por esse motivo, seriam alvo de programas assistenciais.

Desses 16,9 milhões de trabalhadores ocupados sem cobertura previdenciária e com potencial contributivo, a maior parte, quase 30% (4,8 milhões) têm entre 30 e 39 anos de idade. O segundo lugar ficou com os trabalhadores da faixa etária dos 40 a 49 anos, na qual a falta de cobertura atinge 3,7 milhões de pessoas, que correspondem a 22% do total de trabalhadores ocupados sem previdência.

Em terceiro, ficaram os trabalhadores entre 20 e 24 anos de idade, onde estão 2,6 milhões de pessoas que não têm cobertura, o equivalente a 15,7% dos 16,9 milhões. Em quarto lugar ficaram os trabalhadores de 25 a 29 anos de idade, na qual encontram-se 2,5 milhões de pessoas sem cobertura, que correspondem a 14,9 do total do país.

Entre os trabalhadores ocupados sem cobertura, 1,8 milhão possuem entre 50 e 59 anos, ou 10,7% do total. Na faixa de 16 a 19 anos de idade, encontram-se os outros 7,7% de trabalhadores ocupados sem cobertura, percentual equivalente a 1,29 milhão de pessoas.

Na classificação por faixa de renda, 42,2% dos 16,9 milhões de trabalhadores ocupados sem previdência, e que potencialmente poderiam ser contribuintes, têm renda entre um e dois salários mínimos, enquanto 23,2% possuem renda igual ao mínimo.

Outros 15,6% recebem de dois a três mínimos, contra 10,7% com rendimento mensal entre três e cinco salários mínimos. Outros 6% recebem entre cinco e dez salários mínimos, enquanto 1,7% têm renda de 10 a 20 mínimos. Os que possuem renda superior a 20 salários mínimos e que não têm previdência representam 0,7% do total. Os dados constam do Informe de Previdência Social de maio de 2004, disponível na página do Ministério da Previdência na internet.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)