Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/03/2009 10:02

Estudo revela cota extra para deputados estaduais

Aline dos Santos, Campo Grande News

A Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul oferece cota máxima mensal de R$ 25 mil para gastos de cada um dos 24 deputados estaduais. A cota custeia gastos com o gabinete e exercício do mandato. Os pagamentos são feitos diretamente pela Assembléia.

O dado consta em um levantamento divulgado hoje pelo jornal Folha de São Paulo, que mostra os Estados onde os deputados têm direito a uma cota de gastos que ultrapassa o valor da verba indenizatória da Câmara dos Deputados, que é de R$ 15 mil mensais.

Alagoas é o Estado com o valor mais alto. Cada um dos deputados pode gastar até R$ 39 mil por mês com despesas de custeio: combustível, telefone, transportes, divulgação e escritórios políticos. Em Santa Catarina, a verba é de R$ 38 mil. A seguir, vêm Paraná (R$ 27 mil), Minas Gerais (R$ 20 mil) e São Paulo (R$ 19,8 mil). Mato Grosso do Sul não figura neste ranking porque não utiliza o sistema de verba indenizatória.

O levantamento mostra que Espírito Santo é uma dos que mais limitam os gastos dos deputados estaduais. A cota por deputado é de até R$ 7.800 por mês. No valor estão incluídos gastos com diárias, passagens, combustível, celular e correio.

No quesito transparência, apenas cinco Casas publicam nos sites o gasto mensal de cada deputado: São Paulo, Espírito Santo, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Bahia. Nenhuma Assembléia Legislativa divulga notas ou nome dos fornecedores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)