Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/08/2013 18:18

Estudantes selecionados no Sisutec estão tendo problemas para fazer a matrícula

Mariana Tokarnia, Agência Brasil

Brasília - Estudantes selecionados no Sistema de Seleção da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) reclamam de problemas na hora de fazer a matrícula. Em Mato Grosso do Sul, seis escolas estaduais e um centro de educação profissional dizem não ofertar pelo Sisutec vagas para nove cursos para os quais os candidatos foram selecionados. Mais de 650 alunos aguardam orientações. Entre os estudantes que fizeram a matrícula, alguns dizem que não receberam nenhum comprovante, o que causa insegurança.

A Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul detalhou em nota as unidades e os cursos nos quais faltam vagas. A orientação da secretaria é que os estudantes "aguardem e acompanhem diariamente o site do Sisutec para ter acesso às devidas orientações e esclarecimentos do Ministério da Educação [MEC]".

Segundo nota da secretaria, os cursos em que isso ocorreu são, em Campo Grande: técnico em meio ambiente na Escola Estadual Hércules Maymone; técnico em informática na Escola Estadual Waldemir Barros da Silva; técnico em informática pela internet na Escola Estadual Arlindo de Andrade Gomes; técnico em comunicação visual, técnico em eventos e técnico em hospedagem no Centro de Educação Profissional Ezequiel Ferreira Lima, técnico em logística na Escola Estadual Profª Clarinda Mendes de Aquino. Em Itaporã (MS), técnico em agronegócios na Escola Estadual Rodrigues Alves e, em São Gabriel do Oeste (MS), técnico em agropecuária na Escola Estadual São Gabriel.

A secretaria informou que cabe ao MEC o acesso à alimentação de dados do sistema de seleção, não sendo a oferta de vagas responsabilidade do órgão. À Agência Brasil, a assessoria disse que o erro na oferta foi detectado ainda na fase de inscrição e que o MEC foi comunicado, mas não resolveu o problema.

Selecionados, os candidatos vão às instituições e são informados de que não há oferta de vagas. Nas redes sociais, em uma comunidade criada para discussões sobre o sistema de seleção, uma candidata reclama: "Fui me matricular hoje, e na instituição não estavam nem sabendo do curso".

O prazo para a matrícula terminaria hoje (16), mas o MEC prorrogou o prazo para o próximo dia 20. Com isso as demais etapas do processo também foram adiadas. A secretaria de educação disse que mais vagas devem ser criadas para atender a esses candidatos.

Além do problema com a matrícula, alguns candidatos queixam-se de que, quando conseguem fazê-la, não é entregue nenhum comprovante. Na mesma comunidade, um dos candidatos comentou: "Fiz minha matrícula hoje e não recebi comprovante de matrícula. Eles informaram que [a comprovação] era no site e lá não tem nada". Em resposta, outro estudante disse que passou pela mesma situação: "A mesma coisa comigo. Fui no site do Sisutec e consta a mesma coisa, que fui selecionado e tenho que ir me matricular, mas já me matriculei".

O MEC, por meio da assessoria de imprensa, diz: "A oferta de vagas para cursos técnicos, por meio do Sisutec, é de inteira responsabilidade da instituição ofertante, que lançou no sistema os dados relativos à sua respectiva oferta, considerando o número de vagas por curso e turno. Neste caso do Mato Grosso do Sul, já houve um entendimento do MEC com a Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul para que a oferta das vagas em Campo Grande esteja garantida".

A pasta informa que o procedimento de matrícula "é de responsabilidade direta da instituição ofertante, cabendo a ela informar ao MEC as matrículas feitas. O Sisutec não contém qualquer informação relativa às matrículas". Em relação ao comprovante, a pasta diz: "É recomendável que o aprovado solicite um comprovante de matrícula perante a instituição ofertante".

Esta é a primeira edição do Sisutec, que seleciona candidatos para o ensino técnico com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A intenção é que assim como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para instituições públicas de educação superior, seja aberto duas vezes por ano. No total foram 383.080 inscritos. Como cada candidato podia fazer até duas opções, foram 737.229 inscrições.

Edição: Fábio Massalli

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)