Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/07/2008 17:50

Estudantes são localizados em reserva florestal no AM

Amanda Mota/ABr

Manaus - Os quatro estudantes de mestrado do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) que tinham desaparecido na Reserva Florestal Adolpho Duck, em Manaus, na última quarta-feira (23) foram localizados na noite de ontem (24).

Paulo Vilela Cruz, André Silva Fernandes, Galileu Petronildo Silva Dantas e Ricardo Scherer estavam em um das bases de apoio do próprio Inpa instaladas na área da reserva e foram encontrados por volta das 23h30 – horário de Brasília – por um grupo composto por dois funcionários do instituto, um pesquisador (que conhece bem a área e juntou-se ao trabalho para contribuir na busca) e um tenente do Exército. O lugar é um abrigo próximo a um igarapé que possui solo de concreto, fogão e gás. Eles ficaram perdidos cerca de 36 horas.

De acordo com Ricardo Scherer, apesar do susto, eles não passaram por grandes dificuldades, porque na base onde ficaram havia leite, arroz e fogão. "Também tínhamos uma lata de atum em conserva. À noite, fizemos um quilo de arroz com atum e ainda comemos umas frutas que tinham lá. Nos alimentamos bem e depois resolvemos não sair dali porque sabíamos que alguém iria vir nos resgatar", contou.

Segundo o estudante, o grupo se perdeu por ter confundido um dos sentidos da caminhada para concluir o trabalho de campo que os levou ao local. Ele disse que tudo foi feito de forma consciente. "Achávamos que estávamos caminhando no sentido sul e só depois percebemos que caminhamos no sentido oposto. Tínhamos uma bússola, mas ela não estava funcionando bem. Diante disso, preferimos voltar para o acampamento e esperar o resgate. Tínhamos certeza de que o socorro iria passar por ali", descreve.

Os mestrandos não se machucaram e passam bem. Todos já retomaram suas atividades e garantem que o susto não irá atrapalhar os trabalhos de pesquisa. "Hoje todos nós já viemos para o Inpa. Quanto a uma nova excursão, vamos esperar mais uns dias para ter vontade de fazer novamente", confessa Scherer.

"De forma alguma isso irá trapalhar nossas pesquisas. Da próxima vez, vamos caminhar com mais cautela", garante.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)