Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/07/2014 10:33

Estudante perde 53kg em 17 meses após dizerem que ela parecia uma "kombi"

Extra/ Globo.com
Antes de começar o projeto de emagrecimentoAntes de começar o projeto de emagrecimento

Ao completar 19 anos pesando 133kg, Silmara Gugoni, de 20 anos, percebeu que precisava começar a se cuidar. Assim que chegou de férias na Bahia, a curitibana foi para o consultório de um nutrólogo, aprendeu direitinho as trocas que deveria fazer a partir daquele momento nas refeições e deu início ao projeto 65kg. Atualmente, ela pesa 80kg.

— Eu viajei para o Nordeste nas férias de 2012/2013 e voltei de lá com uns sete quilos a mais. A minha mãe ficou muito chateada com isso, por não ter me cuidado. Quando chegou o carnaval, eu dei início ao meu projeto de emagrecimento — conta a estudante de Engenharia Civil, que sabe bem quais foram os vilões que a levaram a ficar obesa: — Eu comia três salgadinhos na rua, um pacote de biscoito e uma barra de chocolate por dia. Não me alimentava direito.

Após perder mais de 50kgApós perder mais de 50kg

Além das receitinhas lights que teve que aprender a fazer para evitar passar vontade, o bullying que sofreu em alguns momentos a fez ter cada vez mais força de vontade para manter a dieta.

— Sinto mais falta do doce. Por isso, eu aprendi a fazer bolo de chocolate com cacau, por exemplo, que não faz mal. Eu que faço a minha comida e ainda levo marmita para a faculdade. Algumas vezes, levo até para as minhas amigas. Troquei o pão pela tapioca, que até então eu só comia com o recheio doce. Hoje em dia, como a salgada também, e tirei o glúten e a lactose — diz Silmara, que tem direito a duas refeições sem restrições por semana.

— Durante o processo, a minha irmã se casou. Na festa, eu cheguei a escutar dos amigos dela que eu era bonita, pena que era gorda. E um menino com quem estava saindo terminou comigo e falava para as outras pessoas que eu parecia uma kombi de tão gorda. Nunca me importei de fato com essas coisas, não entrei em depressão, mas tudo isso serviu de estímulo para eu continuar emagrecendo.

Antes e depois Antes e depois

Paralelamente à dieta, a curitibana entrou na academia. Nos primeiros quatro meses, ela só fazia exercícios aeróbicos. Depois, ela acrescentou a musculação.

— No início, eu malhava uma hora seis vezes na semana, agora, que meu condicionamento está melhor, eu consigo me exercitar por duas horas. No primeiro mês, eu perdi oito quilos. Depois, eram cerca de dois quilos por mês. Emagrecia pouco porque consumia bebida alcoólica — explica a estudante, que no último período de férias engordou sete quilos: — Este ano eu parei de beber, e em seis meses perdi 30 quilos.

A nova fase em nada mexeu com a autoestima dela, já que sempre se sentiu bonita. O que mudou é que ela leva uma vida mais saudável:

Silmara leva marmita para faculdadeSilmara leva marmita para faculdade

— Eu sempre me vi igual e sempre me achei bonita. Com relação a isso, nada mudou. Só que agora eu consigo entrar numa loja e comprar a roupa que eu quero, e não a que cabe, porque antes eu vestia manequim 52. Agora meu manequim é 42. E também não deixo de sair por estar de dieta. Mas, antes de sair para uma pizzaria, por exemplo, eu como uma tapioca, para não sentir fome e, assim, não sair da dieta.

Silmara Gugoni é a personagem da semana do Projeto Toda Extra, no Instagram (@TodaExtra). Ela foi escolhida porque usou a hashtag #projetotodaextra em seus posts de antes e depois. As leitoras que têm histórias de emagrecimento, sem cirurgias e remédios, também podem ter suas trajetórias contadas no Extra Online. Para isso, devem fazer como Silmara e usar a hashtag #projetotodaextra. NoInstagram da Toda Extra também tem dicas de moda, beleza, boa forma e comportamento. 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)