Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/03/2004 14:47

Estiagem: perdas serão esparsas em MS

Fabiane Sato

As perdas com a estiagem serão esparsas e ainda não há números confirmados em Mato Grosso do Sul para a safra 2003/2004. O vice-presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Ari Basso, diz que o sul do Estado deve ser o mais prejudicado com a seca. A estimativa é que algumas fazendas cheguem a perder mais de 50% de sua produção.


"Já na região Norte existem propriedades que não tiveram perdas em sua produção e estão colhendo até mais que no ano passado", comenta, informando que a região Norte teve um pouco de perda devido a ferrugem.


O assessor de agricultura da entidade, Laurindo Petelinkar, que muitos produtores estão colhendo de 20% a 30% da sua previsão inicial, ou seja 10 a 15 sacas por hectare, frente ao custo de 30 sacas/ha.


O engenheiro agrônomo diz que duas propostas tratadas para o Plano Agrícola e Pecuária – PAP 2004/2005 poderiam minimizar as perdas dos produtores como a concessão de um tratamento de excepcionalidade na análise limite de crédito pelos agentes financeiros para os produtores que tiverem frustração na safra agrícola e a ampliação dos recursos para o Estado, visando fomentar o custeio da segunda safra de milho e safra de inverno.


A outra proposta para evitar problemas futuro e a regulamentação em caráter de urgência seria a Lei n.º 10.823 de 19 de dezembro de 2003, que cria o Seguro Rural. Este pleito, acrescenta a necessidade de garantir a participação do setor produtivo na sua regulamentação, haja visto a grande importância deste instrumento na melhoria do sistema produtivo e democratizar os riscos inerentes a atividade.


"Também solicitamos a revisão do zoneamento agrícola com a inclusão de novas regiões, culturas, calendários e tecnologias para possibilitar a inclusão de novos produtores e município com acesso ao crédito rural, instrumentalização e implementação do seguro rural", explicou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)