Cassilândia, Sábado, 25 de Maio de 2019

Últimas Notícias

16/01/2019 14:30

Estelionatário é preso por vender certificados falsos de Ensino Médio

Wesley Belino dos Santos, 19 anos, foi preso em frente de casa, por volta das 19h30 de ontem (15), na Rua Ângela Abdulahad

Campo Grande News

O estelionatário Wesley Belino dos Santos, 19 anos, foi preso pelo GOI (Grupo de Operações e Investigações), por volta das 19h30 de ontem (15), na Rua Ângela Abdulahad, no Jardim Paradiso, em Campo Grande. Ele anunciava pela internet e vendia certificados falsos de conclusão de Ensino Médio.

Policiais chegaram até Wesley depois que um rapaz de 21 anos comprou o certificado e descobriu que se tratava de um documento falso. Ele relatou à polícia que viu a oferta no Facebook de uma colega e entrou em contato com o autor.

A propaganda dizia que o certificado de conclusão de Ensino Fundamental e Médio era reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação) - 100% confiável. O valor de R$ 350 a R$ 400 era realizado depois que cliente recebesse o certificado, três dias depois após a solicitação.

Interessado, o rapaz entrou em contato com o estelionatário via WhatApp, que se identificou como Vitor. O autor alegou que tudo era feito dentro da lei, que o documento era reconhecido pelos órgãos responsáveis. O negócio foi fechado e após três dias, a vítima recebeu o certificado e fez o pagamento de R$ 400.

No dia seguinte, o rapaz ligou na escola que aparecia no carimbo do certificado para confirmar a autenticidade e descobriu que não havia nenhum documento com o nome dele no sistema, porém os nomes que constavam no certificado era de funcionários do local.

A vítima, então, entrou em contato com o autor questionando sobre a situação e acabou bloqueado no aplicativo WhatApp. A cunhada da vítima que também já havia marcado encontro com estelionatário para adquirir o certificado foi informada sobre o golpe. Na sequência, o rapaz procurou a polícia para registrar a ocorrência e informou os dados que tinha do autor como telefone e endereço.

Wesley - que se passava por Vitor - foi preso em frente de casa com documento de identidade falso em mãos e outros quatro na mesma situação dentro da residência. Também foram localizados no imóvel três carimbos, sendo um da Escola Estadual Zélia Quevedo Chaves, localizada no Bairro Iracy Coelho Neto, do diretor Márcio José de S. Silva e de uma secretária.

Questionado, Wesley confessou que fazia documentos falsos há mais de um ano e anunciava o negócio por meio de um perfil "fake" no Facebook. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 25 de Maio de 2019
11:34
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Sexta, 24 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)