Cassilândia, Domingo, 20 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

03/10/2003 14:36

Estatuto do Idoso é publicado com um veto

Paula Medeiros/Agência Brasil

Apesar de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter afirmado ontem (2), durante uma entrevista aos representantes de emissoras de rádio, que não vetaria nenhum artigo do Estatuto do Idoso, o texto publicado hoje no Diário Oficial da União traz um veto ao artigo 72 da nova lei. O texto vetado alterava o artigo 275 do Código de Processo Civil, acrescentando como mais uma condição necessária para o processo sumário o fato de a parte ser uma pessoa com idade igual ou superior a 60 anos.

A razão do veto, conforme publicado no Diário Oficial da União, foi o fato de o artigo ser inconstitucional. O processo sumário, mais ágil, é destinado, conforme previsão legal, aos casos de menor complexidade e, por isso, não pode ter a idade como uma condição para a sua aplicação. "É certo que a propositura visa a dar maior rapidez na entrega da prestação jurisdicional. Sem embargo, sua adoção pode não surtir os efeitos desejados pelo legislador na medida em que o acolhimento de tal medida acarretará conseqüências negativas ao desiderato da prestação jurisdicional", diz a justificativa do veto.

O artigo vetado, entretanto, não foi o que causou polêmica entre os integrantes do governo. O ministro da Saúde, Humberto Costa, tinha pedido ao presidente que vetasse o parágrafo terceiro do artigo 15 do estatuto, que proíbe a discriminação do idoso nos planos de saúde pela cobrança de valores diferenciados, o que não aconteceu.

Segundo Humberto Costa, a lei dos planos de saúde já trata do assunto e proíbe o aumento da mensalidade para quem tem mais de 60 anos de idade e 10 anos de plano de saúde. Além de ser redundante, o ministro acredita que, pelo fato de não estabelecer um tempo mínimo de permanência no plano de saúde para que o idoso não sofra aumento na mensalidade, a nova lei pode provocar um reajuste nos preços pagos por todos para compensar o aumento nos gastos com os mais velhos.

Na mesma entrevista em que afirmou que não vetaria nenhum artigo do estatuto, o presidente afirmou que se houver algum problema na aplicação da lei, ele será solucionado "na prática", quando aparecer.

O Estatuto do Idoso beneficiará cerca de 20 milhões de brasileiros da terceira idade. A nova lei define diversas medidas de proteção às pessoas com idade superior a 65 anos e garante aos idosos o acesso a lazer, saúde, transporte, educação, entre outros benefícios. A pena para quem descumprir a nova lei varia de dois meses a cinco anos de prisão, além de multa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Setembro de 2020
Sábado, 19 de Setembro de 2020
Sexta, 18 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)