Cassilândia, Sábado, 29 de Abril de 2017

Últimas Notícias

22/12/2005 06:30

Estágio obrigatório em Medicina poderá ser remunerado

Agência Câmara

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6113/05, do deputado Lincoln Portela (PL-MG), que determina o pagamento de um salário mínimo aos estudantes de Medicina durante a realização do estágio obrigatório. Se o projeto for aprovado pelo Congresso Nacional, o pagamento do estágio será custeado pela respectiva faculdade.
Para o autor da proposta, "os estudantes de Medicina estagiários atuam como se fossem médicos formados, submetidos, na maioria das vezes, a jornadas de trabalho extenuantes". O deputado destacou que a Resolução 4/01, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina e prevê que a carga horária mínima do estágio curricular seja de 35% da carga horária total do curso de graduação em Medicina.

Exploração
Portela ressaltou ainda a importância do estágio na formação dos novos médicos, pois "um ensino de qualidade deve aliar a teoria à prática", argumentou. Segundo o parlamentar, apesar do estágio não poder ser confundido com um vínculo empregatício, não é possível concordar "com a exploração a que esses futuros médicos são submetidos, já que, apesar de prestarem serviços como médicos formados, não recebem, em sua grande maioria, nenhuma ajuda de custo para desenvolverem essas atividades".

Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Seguridade Social e Família (onde está no momento); de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Reportagem - Cristiane Bernardes
Edição - Rodrigo Bittar

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)