Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/11/2005 06:03

Estados se mobilizam para prevenção da gripe

Agência Saúde

Além do Ministério da Saúde, que este mês, lança oficialmente o Plano Brasileiro de Contingência para uma Pandemia de Gripe, algumas secretarias estaduais de Saúde também organizaram comitês para a mobilização para o assunto. Até o momento, São Paulo, Pernambuco, Santa Catarina e Rio Grande do Sul já formaram seus grupos.

A partir do lançamento oficial do documento nacional, que será realizado no Seminário Internacional sobre a Pandemia de Influenza, de 16 a 18 de novembro, no Rio de Janeiro, as 27 unidades da federação poderão detalhar seus planos a partir da demanda local de atendimento, vacinas e medicamentos. Os técnicos dos estados se reunirão com o Ministério da Saúde no dia 16, antes da abertura oficial do evento, que ocorrerá à noite.

O ministro da Saúde, Saraiva Felipe, afirma que o Brasil não será surpreendido pela pandemia de gripe. "O Brasil está tomando todas as medidas sanitárias que os países mais desenvolvidos do mundo têm tomado. O ministério tem orçamento e não será por falta de recursos que nós deixaremos de fazer a detecção ou de tratar doentes", declarou o ministro em entrevista coletiva de imprensa, no mês passado, em Brasília.

Saraiva Felipe também destacou, entre as principais ações do plano, o fortalecimento da vigilância epidemiológica para o adequado monitoramento da doença e da rede de laboratórios para a detecção do vírus que causa a gripe. Outra medida é adequar as instalações do Instituto Butantan, em São Paulo, para a produção de uma vacina nacional.

Veja abaixo as medidas do plano que já se encontram em implantação:

§ fortalecimento da vigilância epidemiológica da influenza, inclusive com a ampliação da capacidade laboratorial para o diagnóstico rápido da doença em situações de surto e identificação das cepas circulantes. O Sistema de Vigilância da Influenza no Brasil atualmente está implantado em 21 unidades federadas, contando com uma rede de 46 unidades sentinelas. Essa rede atendeu a cerca de 210 mil casos de síndrome gripal, em 2004, tendo coletado 2.269 amostras para identificação de vírus;

§ constituição de um estoque estratégico do anti-viral Oseltamivir (Tamiflu) para a ser utilizado em situações especiais durante uma possível pandemia;

§ preparação do Instituto Butantan para a produção da vacina contra a cepa pândemica. O Ministério da Saúde repassou recursos para acelerar a preparação de uma instalação emergencial, que estará pronta para fabricação já no início do próximo ano, uma vez que a nova fábrica de vacinas que está sendo construída com recursos do ministério e do Governo do Estado de São Paulo só ficará pronta no final de 2006. Tão logo os problemas tecnológicos ainda existentes para a produção de uma vacina contra uma cepa de alta patogenicidade do vírus influenza sejam superados, a Organização Mundial de Saúde (OMS) já está informada de nossa capacidade para produzir esta vacina no Brasil. Ressalte-se que a produção mundial de vacinas contra uma pandemia de influenza depende de qual será efetivamente a cepa pandêmica (a H5N1 é uma cepa aviária que, excepcionalmente, tem causado infecções em humanos e que mesmo que esta venha a adquirir condições biológicas para uma transmissão ampliada na população humana, poderá ter características que impliquem ajustes na formulação de uma vacina).



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)