Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

01/09/2005 09:35

Estado não pode fixar data para mensalidades escolares

STF

A lei nº 10.989/93 do Estado de Pernambuco foi declarada inconstitucional pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). A norma fixava prazo para pagamento das mensalidades escolares com vencimento no último dia do mês da prestação do serviço. A Corte, por maioria, considerou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 1007 ajuizada pela Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino.

O julgamento da ação teve início no dia 13 de maio. Na ocasião, o ministro-relator, Eros Grau, votou pela procedência do pedido formulado. Ele argumentou que a lei impugnada tratava de matéria de direito civil, de relação contratual, cuja competência legislativa é privativa da União. Grau teve a adesão dos ministros Carlos Velloso e Cezar Peluso. O julgamento foi suspenso com pedido de vista de Joaquim Barbosa que já havia considerado improcedente o pedido, sendo seguido pelos ministros Carlos Ayres Britto e Celso de Mello.

Na sessão plenária de hoje (31/8), o ministro Joaquim Barbosa confirmou a divergência por ele sustentada e afirmou que a norma atacada tem como finalidade evitar que regras contratuais abusivas afetem e prejudiquem a concretização e o acesso ao direito fundamental da educação por parte dos cidadãos que pagam pelo serviço privado. Para o ministro “a liberdade contratual das partes não é absoluta e irrestrita pois pode o estado intervir nos contratos entre particulares se o interesse público assim o exigir”, salientou.

A divergência de Barbosa, vencido na ação, foi seguida pelos ministros Carlos Ayres Britto e Celso de Mello. A eficácia da lei pernambucana estava suspensa desde 1994 com o deferimento da medida liminar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)