Cassilândia, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

28/07/2017 10:20

Estado estuda cortar gastos para pagar o 13º salário

Correio do Estado

A cinco meses do prazo final para o pagamento do 13º salário, e sem recurso provisionado, o governo do Estado já começa a estudar a possibilidade de cortar gastos.

Conforme o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, o Estado tem buscado fontes de receitas, mas não descarta novo ajuste das contas.

“O governo está buscando todas as alternativas possíveis para juntar esse dinheiro. A gente continua trabalhando com o posicionamento de parte da dívida do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] e vamos apertar o cerco das despesas. Ainda não sabemos mais onde vamos cortar, pois muitas áreas correm o risco de ter alguns problemas de eficiência, mas, neste momento, nós temos que administrar pensando no equilibrio fiscal do Estado, que é uma prioridade”, destacou.

O comportamento das receitas e despesas do estado ainda está sendo contabilizado. Porém, até o segundo semestre, o deficit das contas públicas era de R$ 273,7 milhões.

Conforme último relatório de gestão fiscal, boa parte das despesas registradas naquele período foi destinada para pagar folha de pagamento, que somou R$ 6,739 bilhões no ano, contanto ativos (R$ 4,6 bi) e inativos e pensionistas (R$ 2,1 bilhões).

Conforme o secretário, atualmente a folha de pagamento dos servidores públicos estaduais gira em torno de R$ 650 milhões ao mês, levando em consideração, além da folha em si, custos como previdência social, imposto de renda entre outros descontos legais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 17 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 16 de Agosto de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)