Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/02/2016 06:50

Escolas estaduais adotam pesquisas em salas de aula e abandonam provas

Midiamax

 

A partir do dia 29 deste mês duas escolas públicas do Estado funcionarão com ensino diferenciado. O aluno não será mais avaliado com provas finais e as aulas não serão mais divididas por disciplinas. O projeto, que estabelece um ensino moderno, está sendo implantado pela SED (Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul) nas escolas de educação integral, Waldemir Barros da Silva, no bairro das Moreninhas, e a Manoel Bonifácio Nunes da Cunha, no Jardim Tarumã.

As lições expositivas saem para entrar o método de pesquisa. As mesas e carteiras enfileiradas com professor como 'chefe da sala' dão lugar a um ambiente de pesquisa, e o pedagogo passa a ser um 'orientador de estudo'.

Segundo a secretária Maria Cecilia Amendola da Motta, cada aluno irá avançar de acordo com a sua velocidade de aprendizado. “Não haverá provas finais e avaliações que exigem que alunos decorem conteúdos, como ensino arcaico que temos. A avaliação será a produção do ano inteiro. Hoje a tecnologia e a pesquisa permite um ensino mais aprofundado em diversas áreas”. Os alunos terão tempo flexível de oito horas, com ensino integral manhã e tarde.

O modelo é inspirado na Escola da Ponte, do professor português José Pacheco que existe em outros estados, mas em Mato Grosso do Sul está sendo implantado pela primeira vez. A ideia é que outras unidades de ensino recebam a mudança. “Não estamos em fase de teste porque não tem como testar algo que já deu certo em outros lugares. Estamos aplicando o que já deu certo.”

Ainda de acordo com a secretária, o modelo está sendo trabalhado desde o inicio de 2015. "Os professores já passaram em outubro por uma profissionalização e os pais e alunos já estão cientes do novo modelo de ensino". O projeto tem a supervisão do professor Pedro Demo, aposentado da UnB (Universidade de Brasília). (Com supervisão de Kemila Pellin)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)