Cassilândia, Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

Últimas Notícias

16/02/2018 17:20

Escola estadual da Capital aprova até na USP e alunos revelam 'segredo'

Professores foram voluntários em cursinho gratuito aos sábados

Redação
Aprovados fazem 'selfie' em manhã de mensagens motivacionais na Joaquim Murtinho (DivulgaçãoAprovados fazem 'selfie' em manhã de mensagens motivacionais na Joaquim Murtinho (Divulgação

O ano de 2018 começou com resultados supreendentes para os estudantes e professores da Escola de Ensino Médio Joaquim Murtinho, da rede pública estadual. Localizada em Campo Grande, na Avenida Afonso Pena, a instituição conseguiu aprovar, até o momento, 55 alunos em vestibulares do país inteiro, incluíndo aí a USP (Universidade de São Paulo) e a UFF (Universidade Federal Fluminense), além de várias outras universidades de renome. E o número ainda pode aumentar, já que somente os aprovados nas chamadas regulares do Sisu foram convocados para as matrículas.

O diretor da escola, professor Claudio Morinigo, considera o resultado ótimo, já que em 2017 o número de aprovados no vestibular foi de cerca de 40 estudantes. "Este ano, até agora, foram 55 aprovados, mas a gente acha que o número pode aumentar", explica o docente. Por ano, cerca de 400 alunos do ensino médio regular são formados, o que indica que em 2018 quase 14% foram aprovados em vestibulares. "É um número que melhoramos a cada ano, e fazemos isso por meio do incentivo, para trabalhar a autoestima dos alunos", conta Claudio.

Nesta quinta-feira (15), inclusive, a escola organizou uma acolhida aos novos alunos e os recém-aprovados no vestibular comandaram a manhã, com palavras de motivação para quem foi desafiado a conquistar uma vaga em universidade. "Todo ano nós depositamos uma cápsula do tempo, que a cada cinco anos é desenterrada. Nós convocamos os ex-alunos para quem eles vejam qual era a expectativa que eles tinham da vida com o que eles têm naquele momento, e é um evento aberto que serve para inspirar todos na escola. Nós trabalhamos muito com isso, além, claro, das políticas educacionais e metodologias de ensino", explica o diretor.

Dentre as estratégias, estão até aulas gratuitas, que foram oferecidas voluntariamente pelos professores aos sábados. Para o diretor, o resultado dos alunos e o incentivo profissional aos docentes - que chegam a ter até doutorado - alimenta um ciclo virtuoso no qual os estudantes saem incentivados ao estudo.

Palavra dos aprovados

Eloah Toledo Amarilia, de 16 anos, é a mais nova estudante de Cinema e Audiovisual da UFF (Universidade Federal Fluminense). Mas ela pode optar entra a universidade do Rio de Janeiro e outra que também é superbem conceituada, a USP. "Em março já me mudo para o Rio, estou procurando república para morar. Todos os anos de estudo colaboraram para a aprovação, mas o Joaquim Murtinho tem professores excelentes e eu me senti muito incentivada por eles. Acho que isso foi o principal, ter gente que ajuda a te mostrar que esse sonho é possível", afirma.

Gabriel Ferreira, de 17 anos, está prestes a fazer sua matrícula no curso de Educação Física da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), o curso que almejava desde que decidiu prestar vestibular. "Estou muito feliz e me senti apto a tentar porque desde o começo tive bastante auxilio dos professores. Fiz até o cursinho gratuito, que normalmente eu não teria dinheiro para pagar e consegui de forma gratuita", aponta.

Da mesma forma, Camila Nagamatsu, de 18 anos, também comemora a aprovação no curso de Adminsitração da UFMS. "Era o curso que eu queria e consegui graças a esse apoio. O jeito de ensinar dos professores é muito bom e também tivemos o cursinho, que me ajudou a aprender melhor matéria que eu tinha dificuldade", conclui.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 13 de Dezembro de 2018
03:34
Cassilândia
Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Terça, 11 de Dezembro de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)