Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/04/2005 15:54

Escola do novo Papa: Votação termina sem definição

O conclave realizou na tarde desta segunda-feira a primeira votação para a escolha do novo papa. Às 20h04 (15h04 de Brasília) a chaminé da capela Sistina soltou fumaça de cor preta, indicando que os 115 cardeais não chegaram a um acordo sobre o próximo líder da Igreja Católica Apostólica Romana. Para ser eleito, o novo papa precisa de dois terços dos votos dos cardeais.

Já escurecia quando a fumaça começou a aparecer na chaminé da capela Sistina. No início, a coloração era imprecisa, o que gerou alvoroço entre cerca de 40 mil pessoas que aguardavam o resultado na praça de são Pedro. A fumaça só ficou claramente negra depois de dois minutos.

Não estava completamente certa a votação de hoje porque os cardeais terminaram de fazer o juramento somente às 17h25 (12h25 em Brasília). A primeira votação, segundo os vaticanistas, dificilmente define o novo papa. A votação serve mais para apontar caminhos e medir as forças dos grupos em disputa.

Amanhã outras quatro votações estão previstas --duas pela amanhã e duas à tarde. A fumaça --negra ou branca-- deverá sair por volta de 12h (7h em Brasília) ou 19h (14h em Brasília).

No caso de os cardeais definirem o nome do papa, a fumaça que sairá da chaminé será a de cor branca, e os sinos da basílica de São Pedro tocarão para reforçar o anúncio do novo sumo pontífice.

Iniciado 16 dias depois da morte de Karol Josef Wojtyla, o processo de escolha do novo papa não pode passar de 19 dias, data em que expira o tempo máximo de vacância da Santa Sé, de 35 dias. Se não houver um cardeal que agregue o total necessário dos votos nos primeiros três dias de votação, os eleitores terão um dia de descanso e orações, para então retomarem os escrutínios.

De acordo com as novas regras, após 30 votações [nas quais o candidato deve alcançar dois terços mais um dos votos], o camerlengo [líder interino do Vaticano] pode mudar o sistema, optando pela escolha por maioria simples, no caso de apenas os dois mais votados nas sessões anteriores disputarem o cargo. O conclave termina quando o novo sumo pontífice concorda com sua eleição.

O conclave começa sem um grande favorito. De acordo com vaticanistas dos jornais italianos, a situação eleitoral é "incerta". As casas de apostas colocam o cardeal alemão Joseph Ratzinger como o favorito, apesar de enfrentar resistências por ser conservador na doutrina. Dois italianos --o progressista Carlo Maria Martini e o moderado Dionigi Tettamanzi também figuram entre os favoritos. Martini, no entanto, teria já afirmado que não deseja ser papa devido a problemas de saúde --ele tem Mal de Parkinson.

O Brasil terá quatro votos no conclave. Entre os cardeais brasileiros, dois figuram entre os papáveis favoritos --dom Cláudio Hummes, 70, arcebispo de São Paulo, e dom Geraldo Majella Agnello, 71, arcebispo de Salvador (BA). Também votam dom Eusébio Oscar Scheid, 72, arcebispo do Rio de Janeiro, e dom José Freire Falcão, 79, arcebispo emérito ("aposentado") de Brasília.

O cardeal nigeriano Francis Arinze, 72, amigo próximo de João Paulo 2º e influente na hierarquia da Igreja Católica, pode inclusive se tornar o primeiro papa comprovadamente negro a chefiar a Santa Sé. A Igreja Católica não tem registros sobre a raça dos mais de 200 papas que já comandaram o Vaticano e não se pode afirmar com segurança se houve papas negros --sabe-se que três deles, que ocuparam a chefia do papado entre o século 2 e o século 5, tinham origem africana: Vitor 1º, Melquíades e Gelásio 1º.

Novo papa

A expectativa é que o conclave dure até cinco dias. O mais breve foi o que designou Pio 12, eleito em 24 horas na terceira rodada de votação, em 2 de março de 1939. O mais longo durou quatro dias, e foi resolvido na 14ª rodada de votação com a eleição de Pio 11, em 6 de fevereiro de 1922. João Paulo 2º foi eleito em 48 horas e oito rodadas de votação no dia 16 de outubro de 1978, e reinou sobre a Igreja Católica durante 26 anos e cinco meses. Seu antecessor, João Paulo 1º, foi eleito em 24 horas, após quatro rodadas de votação.

Fiéis

Na praça de são Pedro, centenas de fiéis, turistas e curiosos acompanharam em dois telões a cerimônia de entrada dos cardeais-eleitores na capela Sistina.

O público não se compara ao registrado no funeral de Karol Wojtyla, quando cerca de 3 milhões de peregrinos estiveram em Roma para dar adeus ao papa morto. A prefeitura de Roma aumentou o efetivo policial na região estimando que um grande número de pessoas irá à praça de são Pedro no final da tarde para saber o resultado da primeira votação deste conclave, que ainda não está confirmada.

Folha Online

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)