Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/10/2013 14:04

Escola de Informática da Maçonaria procura verba para poder continuar aberta

Bruna Girotto
Escola de Informática da Maçonaria procura verba para poder continuar aberta

A tradicional escola de informática criada pela Maçonaria Recanto da Fraternidade poderá fechar suas portas. 

Em entrevista ao programa Rotativa no Ar, Beló disse que a entidade está ficando muito cara para os participantes. "A escola de informática é mantida pela Maçonaria Recanto da Fraternidade. Só este projeto sai por mais de R$100 por por mês por cada membro", explicou.

O curso da escola de informática, por mês, fica em torno de R$2.200, segundo informou.

Sobre a procura de alunos para o curso, ele disse ser pequena. "A meninada acha que saber jogar é saber mexer no computador. Na hora de um concurso ou curso, não têm noções básicas de Word, Excel e Windows", criticou.

Ele explicou que a escola de informática recebeu uma verba pública por um período. "Foi um ano. Para renovar, houve problema do período eleitoral, que não podia mais fazer naquele período. E acabamos não apresentando novo projeto". 

"No mês de dezembro entrará em recesso. Será feita uma nova roupagem, ver se arrumamos parceiros para ajudar no projeto", falou.

Olá Terence Groot, sua proposta com relação ao curso de inglês ministrado por alunos da UEMS em escola municipal foi concretizada, durante o ano letivo de 2014 fizemos parceria com a Escola Amin José que nos recebeu e apoiou o nosso projeto "Help, English for all", por conta de salas maiores e número maior de cadeiras disponíveis conseguimos aumentar nosso público que é para a população cassilandense que quer estudar a língua inglesa, mas não possui recursos financeiros para pagar escolas de idiomas. Em 2015 a oferta do curso de inglês gratuito continuará na Escola municipal Amin José e nesta oportunidade agradeço a diretora da escola Sonia Aparecida Mendes Rosa, pelo apoio e parceria com a UEMS, curso de Letras, Cassilãndia.
 
Telma Garcia Grande em 03/12/2014 13:34:44
Agradecemos o comentário direcionado ao projeto, mas a parceria com as escolas já foi procurada, mas hoje quase todas as escolas tem computadores instalados como inserção digital, mas os cursos propriamente ditos não são ensinados, e com isto os alunos acreditam saber usar o computador é suficiente, "saber usar não é saber dominar" principalmente na computação, quanto ao inglês temos uma parceria com a UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL, onde os acadêmicos do curso de LETRAS com supervisão da prof. Drª Telma faz uso das dependências para ensinarem o inglês e mesmo assim a procura é baixa, ou seja, a necessidade do conhecimento parece que em Cassilândia é mínima.
Um abraço e obrigado.
 
Voleguimar Paimel de Queiroz em 26/10/2013 08:40:17
Acredito que a massonaria deveria aumentar a eficiencia desse projeto fazendo parceria com as escolas municipais, pois assim teriam um amplitude muito maior do que um numero restrito de alunos, quem sabe ensinar as crianças a importância do Inglês e da informática, pois o desinteresse é causado pela desnecessidade regional, pois as pessoas vivem em um univeso próprio em que essas diciplinas não fazem parte de seu cotidiano, quem sabe isso reduziria os custos de uma sede própria e estimularia as crianças a terem interesse sobre o assunto.
 
Terence Groot em 24/10/2013 19:25:10
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)