Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

21/12/2015 14:21

Epidemia leva governo do Estado a criar comitê de combate a dengue

Flávia Lima, Campo Grande News

O cenário de epidemia de dengue, Zika vírus e febre chikungunya que assola 72 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, levou o governo do Estado a criar um comitê de força-tarefa de combate, controle, prevenção e redução do Aedes aegypti no Estado.

A resolução assinada pelo secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares, foi publicada nesta segunda-feira (21) no Diário Oficial.

A criação do comitê, de acordo com justificativa do secretário, levou em conta o estado de emergência decretado pelo governo federal quanto aos casos de microcefalia, que já somam mil em todo o país, detectados em bebês nascidos no Nordeste e que tem relação, já comprovada com o Zika vírus.

O comitê será ligado à Superintendência Geral de Vigilância em Saúde e prestará atendimento 24 horas aos 79 municípios do Estado, com intervenção precoce nas emergências em saúde pública de relevância estadual e nacional.

Os nomes do integrantes, que terão mandato de um ano, serão indicados, juntamente com um suplente, pelos órgãos, entidades ou classes que representam e nomeados pelo Secretário Estadual de Saúde.

Dados – O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde foi na primeira semana de dezembro e aponta 36 mil casos notificados desde janeiro de 2015.
As cidades de Iguatemi, Selvíria e Sonora são as que apresentam o cenário mais crítico.

Campo Grande aparece em 48º lugar. No entanto, devido ao aumento dos casos, é possível que a Capital já tenha subido no ranking, uma vez que conta com 9.447 notificações desde janeiro e 3.919 conformações.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
Sexta, 23 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)