Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

19/10/2004 14:29

Entressafra faz explodir preço de derivados do leite

Perfilnews

Quem foi ao supermercado nas últimas semanas se espantou com o aumento no preço dos produtos derivados do leite, que estão até 50% mais caros. A mussarela, grande vedete nas gôndolas dos estabelecimentos devido a sua versatilidade na culinária, está custando entre R$ 15,00 e R$ 20,43 o quilo, sendo que em agosto o valor mínimo era de R$ 10,00 para o consumidor. Segundo a Câmara Setorial do Leite a entressafra associada à estiagem prolongada deste ano foram as responsáveis pelo atual encarecimento dos produtos lácteos.

De março a setembro a produção de 1,5 milhão de litros de leite em Mato Grosso do Sul caiu sazonalmente em 40%, é o chamado período de entressafra que acabaria normalmente no início do mês passado com a incidência de chuvas. “Mas só teve chuva mesmo desde a semana passada. Esta estiagem prolongada causou falta de matéria-prima e com a menor oferta de leite houve aumento expressivo maior que no ano passado”, explicou a coordenadora da Câmara Setorial do Leite, Adriana Mascarenhas Braga. Segundo ela, neste período, as 66 indústrias que dependem da produção leiteira do Estado para a fabricação de diversos produtos precisaram “brigar” por matéria-prima.

No caso da mussarela, a alta considerável deve-se à utilização de uma grande quantidade de leite para o feitio do produto. Conforme cotação da CSL em julho, o quilo deste queijo estava sendo vendido a R$ 7,80 pelo fabricante para os varejistas, hoje o preço é de R$ 11,00, 41% de acréscimo. Do produtor para o consumidor existe uma diferença de valores de até 85,7%.

“A gente espera, como acontece todos os anos, que a redução destes preços aconteça a partir do final de novembro para os leites e derivados”, disse Valdir Wagner, proprietário de dois supermercados da Capital.

Enquanto isso quem gosta do sabor do queijo (até mesmo o caipira), leite condensado, creme de leite, manteiga e outros derivados deve encontrar outras alternativas para controlar os gastos. “Eu diminuí o consumo e estou comprando mais presunto para a hora do lanche“, contou a funcionária pública Flávia Rosana Rodrigues Siqueira.

O preço do leite tipo C ao produtor teve acréscimo em seu valor de 73% este ano. Em janeiro o litro era vendido por R$ 0,30 e hoje está cotado em R$ 0,52, conforme pesquisa da Câmara Setorial, o que foi repassado para os consumidores da Capital.

“Eu vendia o litro por 60 centavos, agora está R$ 1,15. Mesmo com o início das águas deve ser necessário pelo menos 60 dias para o mercado reagir”, acredita o supermercadista Wagner.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)