Cassilândia, Domingo, 19 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

29/07/2004 14:50

Entrega de armas reduz violência, avalia chefe da PF

Marta Ferreira / Campo Grande News

O superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini, acredita que em "médio a longo" prazos a campanha do desarmamento terá resultados práticos na forma de redução dos casos de violência no País.
"Noventa por cento dos homicídios envolvem armas de fogo", lembrou o superintendente. A avalição de Jacini também aponta que criminosos vão ser tirados de circulação com a proibição do porte de armas pelo Estatuto do Desarmamento. Hoje, por exemplo, a Polícia Civil divulgou que prendeu um assaltante de postos de combustível, porque ele estava com uma arma. Só depois da prisão ele foi identificado como autor dos assaltos.
Indagado se a campanha não vai desarmar apenas o cidadão de bem e deixar bandidos armados, Jacini avaliou quee diminuir as chances de "abastecimento" dos bandidos com armamentos, na medida em que reduz o mercado pode reduzir o mercado paralelo. "Quantos não levam armas quando roubam casas?, afirmou.
Para o superintendente da PF, os resultados até agora da entrega de armas pela população surpreendem. Em Mato Grosso do Sul, o último balanço aponta que já foram entregues 686 armas nas cinco delegas da Polícia Federal no Estado, em Campo Grande, Corumbá, Ponta Porã, Naviraí e Três Lagoas.
Jacini acredita que, com a tranformação das delegacias de Polícia Civil em postos de recebimento de armas, a campanha tenha resultado ainda mais positivo. Ele comentou que o prazo que o governo está dando para que as pessoas recebam indenização pela entrega de armas é uma espécie de anistia. Quem não fizer isso até dezembro, pode ser preso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)