Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/02/2005 14:20

Ensino deve ser vinculado ao desenvolvimento sustentado

Valtemir Rodrigues / ABr

O governo federal escolheu Lagoa Seca, no interior da Paraíba, para começar a discutir a educação básica nas escolas da zona rural. O objetivo dos debates é vincular o ensino a um processo de desenvolvimento sustentável e equilibrado. Em entrevista à TV Nacional Armênio Schmid, diretor de Educação para a Diversidade e Cidadania do Ministério da Educação, disse que a educação no campo é primordial para o desenvolvimento da educação no país.

Para o secretario, a educação é fundamental para a fixação e manutenção do homem no campo, além de ser um espaço privilegiado para buscar alternativas e estratégias para um desenvolvimento. Schmid diz que até abril serão realizados seminários em todos os estados, começando pela Paraíba, para discutir a questão. Esses encontro reunirão professores estaduais, secretarias municipais e estaduais de Educação, lideranças sociais do campo, para buscar alternativas locais.

Entre as discussões está a diversidade no campo, onde há assentamentos, ribeirinhos, quilombolas, pescadores, pequenos agricultores e assalariados. Schmid diz que hoje 50% das escolas públicas do país estão no campo, sendo que a maioria delas tem apenas uma sala de aula e entre os professores apenas 9% têm curso superior. "Diante disso, estamos fazemos uma parceria com os estados, municípios e universidades públicas, no sentido de qualificar esse professor e fazer com que além de terem uma formação inicial possam ter uma educação continuada".

Schmid ressalta que a grande maioria dos professores, os chamamos de classes multi-seriadas, tem em uma mesma sala de aula alunos de 1ª a 4ª série. Ele diz que até hoje não há uma pedagogia específica para a questão. "Existe uma experiência muito qualificada do governo federal da escola ativa, mas os professores não são preparados para trabalhar dessa forma. Assim, temos que preparar esses professores para trabalhar e qualificá-los e levar o ensino fundamental ao campo".

Segundo o secretário, hoje a grande maioria das escolas só tem até a 4ª série. Já o ensino médio apenas 2% das escolas estão no campo. Diante disso o aluno tem que se deslocar até a cidade para estudar e a maioria ficam por lá. "Queremos que a educação seja uma ferramenta positiva no sentido inverso disso, ou seja, que os alunos permaneçam no campo. Estamos com investimento forte na questão do transporte. Hoje, 68% dos alunos do campo são transportados para cidade", informou Schmid.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)