Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/11/2005 10:00

Enquanto veto de SP durar 50% das vendas ficam paradas

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Enquanto o governo de São Paulo estuda as implicações da IN (Instrução Normativa) de nº 34, que determina que não há restrições para trânsito de animais suscetíveis à febre aftosa de fora da área de risco de Mato Grosso do Sul para outras unidades da federação, Mato Grosso do Sul está com 50% dos negócios envolvendo a cadeia da carne parados, segundo o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Laucídio Coelho. “Isso está tirando o restinho de oxigênio que ainda temos”, afirma, referindo-se às perdas causadas a partir dos focos de febre aftosa em Eldorado e Japorã. Por outro lado, São Paulo é o maior exportador de carne do País e analisa as conseqüências que a abertura do mercado aos animais em pé e à carne desossada poderiam trazer nos negócios com o mercado externo. A perspectiva do próprio Mapa (Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária) era de que a liberação ocorresse a partir de hoje, o que não se confirmou. A IN de nº 34 está em vigor desde 1º de novembro e estabelece como áreas de risco em Mato Grosso do Sul, Japorã, Mundo Novo, Iguatemi, Itaquiraí e Eldorado, além de municípios do Paraná, estado sob suspeita de ter focos de febre aftosa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)