Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/01/2008 08:54

Enersul extingue programa que beneficiava indústrias

TV Morena

A Empresa Energética de Mato Grosso do Sul (Enersul) comunicou às indústrias de Mato Grosso do Sul que irá extinguir a partir de fevereiro o Programa Energia Extra, que possibilitava aos grandes consumidores a aquisição de energia no horário de ponta a preços inferiores às tarifas homologadas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

A medida pegou de surpresa as indústrias do Estado e o presidente da Fiems - Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul -, Sérgio Marcolino Longen, encaminha nesta sexta-feira (25/01) ofício à Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) para solicitar uma avaliação técnica dos argumentos apresentados pela concessionária de energia para suspender o programa.

Segundo Sérgio Longen, a Fiems pretende apurar se as alegações da Enersul são verdadeiras ou trata-se de alguma retaliação para o setor industrial em decorrência da atuação que a entidade desempenhou no processo que culminou na redução da tarifa de energia elétrica em Mato Grosso do Sul. “A suspensão do Programa Energia Extra trará danos e causará prejuízos ao setor industrial”, declara.

O presidente da Fiems lembra que, antes da implantação do Energia Extra, os grandes consumidores do Estado se utilizavam de geradores ou recorriam ao mercado para comprar energia a ser utilizada no horário de pico. Agora, destaca, a Enersul decide suspender o programa sem dar um tempo hábil para que as indústrias encontrem uma alternativa.

Alegações

Em comunicado enviado aos grandes consumidores de energia, a Enersul alegou que iria pôr fim ao programa devido à disponibilidade de energia do Proinfa - Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia – estar muito aquém dos valores programados originalmente pela Eletrobrás.

Além disso, a concessionária de energia aponta ainda a inexistência de oferta de energia para 2008 no leilão realizado no dia 6 de dezembro do ano passado e a elevação sensível dos preços de curto prazo em função do baixo volume de chuvas verificado a partir de outubro de 2007 nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste, atingindo, no momento, patamares acima de R$ 500 por MegaWatts/hora (MWh). As informações são da assessoria da Fiems.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)