Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

Últimas Notícias

14/07/2004 10:40

Empresários tentam solucionar impasse comercial

Daniel Lima/ABr

Empresários brasileiros e argentinos se reúnem hoje, em Buenos Aires, Argentina, para tentar por fim ao impasse comercial entre os dois países. Amanhã (15), o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Márcio Fortes, vai se encontrar com seu colega argentino Alberto Dumont, desta feita para os entendimentos em nível governamental. Fortes é o coordenador brasileiro do grupo de monitoramento do Mercosul.

Na semana que vem, o ministro Luiz Fernando Furlan deverá se encontrar com o ministro da Economia, Roberto Lavagna, também em Buenos Aires, para discutir desenvolvimento e política industrial, segundo informou a assessoria do ministro brasileiro.

Desde a semana passada o governo argentino impôs restrições à importação de eletrodomésticos brasileiros da linha branca (fogões, geladeiras e máquinas de lavar). Além disso, taxou em 21% os aparelhos de televisão produzidos na Zona Franca de Manaus e importados pelo país vizinho e ameaçaram limitar o tráfego de caminhões brasileiros em solo argentino com destino ao Chile, pela rodovia que tem a melhor condição de acesso.

A Argentina, que se recupera de uma profunda crise econômica, teme uma “enxurrada” de produtos brasileiros no país, com o aumento do poder de compra da população e, por isso, estabeleceu a licença não-automática para a entrada de mercadorias. Espera-se, porém, que tudo seja resolvido pelo diálogo, como ocorreu no setor de têxteis. No ano passado, idêntido problema foi registrado com o setor, quando empresários brasileiros por pouco não foram obrigados a pedir licença para exportar.

“Foi uma situação similar. Baixou-se uma resolução parecida e que não entrou em vigor imediatamente. À medida que foram feitas negociações excluíram-se os itens dos anexos que foram objeto do acordo e progressivamente tudo foi acordado”, comentou na semana passada Márcio Fortes.

Atualmente, a Argentina é o nosso segundo parceiro comercial. A corrente de comércio nos cinco primeiros meses do ano ficou em aproximadamente US$ 1 bilhão. O Brasil levou vantagem de US$ 196 milhões, exportando US$ 615 milhões e comprando dos argentinos US$ 419 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Julho de 2018
09:00
Santo do dia
Domingo, 22 de Julho de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Sábado, 21 de Julho de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 20 de Julho de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)