Cassilândia, Sábado, 23 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

12/04/2010 10:58

Empresárias brasileiras seguem à risca tradições muçulmanas para fechar negócios no Irã

*Renata Giraldi, Agencia Brasil

Teerã (Irã) – Dos 86 empresários que compõem a missão brasileira ao Irã, Egito e Líbano, 15 são mulheres. Cultas, falando pelo menos dois idiomas além do país e com várias experiências profissionais no exterior, todas resolveram seguir à risca as regras religiosas e de costumes locais: usarão véu cobrindo os cabelos, roupas largas que escondam as formas femininas, e nada de olhar nos olhos ou apertar a mão dos homens.



“Será uma experiência totalmente nova para mim. Mas não me importo de ficar totalmente escondida com véu e um mantô. Isso para mim não é um problema. Vim para poder ampliar o mercado para a minha empresa e fazer clientes”, disse Bianca Linck, que vende panos de chão e algodão.



A empresária Camila Rodrigues, que atua no ramo de móveis populares, disse não estar temerosa do que vai encontrar pela frente. “Já fui a várias feiras em países muçulmanos, como o Marrocos, e consegui fazer ótimos negócios. Não podemos trabalhar pensando em diferenças, mas em semelhanças. Não será um problema”, disse ela.



Por via das dúvidas, as empresárias resolveram andar em grupo e sempre com um suporte dos colegas homens. Algumas encomendaram roupas específicas para a ocasião, seguindo orientações que leram na internet sobre os diversos tipos de vestimentas que podem ser usadas, outras vão improvisar com trajes mais sóbrios e lenços sobre os cabelos.



“O importante é concentrar a atenção na tarefa que viemos desempenhar: que é abrir chances de novos mercados. O momento é de prospecção e conhecimento da área”, disse Rosane Donati, da Associação Brasileira da Indústria de Painéis de Madeira.



Daqui a um mês, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fará sua primeira visita ao Irã acompanhado por uma comitiva de ministros, parlamentares e também investidores.



A viagem da missão empresarial será estendida ao Egito e ao Líbano e vai durar uma semana.



Os empresários, capitaneados pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Miguel Jorge, viajam no Boeing KC 707 da Força Aérea Brasília (FAB) que no passado era conhecido como "Sucatão".



*A repórter e o fotógrafo viajaram a convite do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.



Edição: Tereza Barbosa

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)