Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/10/2006 15:23

Empresa quer reduzir roubos com celular que "grita"

Uma companhia britânica espera que um sistema de segurança de celulares - que dispara um alarme semelhante a um grito muito agudo, trava permanentemente o aparelho e apaga todos os dados - seja capaz de conter o avanço no roubo de telefones móveis.
A tecnologia Remote XT, projetada para tornar celulares inutilizáveis, e portanto inúteis se roubados, funciona por meio da instalação de um software no sistema operacional do telefone que é ativado via chamada a uma central de atendimento uma vez que o usuário perceba que seu aparalho foi roubado ou perdido.

Após essa chamada, o celular é desligado remotamente e todos os dados do aparelho são apagados e um alarme alto e estridente começa a tocar. "Faz barulho suficiente para chamar a atenção de pessoas em um restaurante e trava completamente o telefone", disse o diretor da Remote XT, Mark Whiteman, à Reuters. "Nós também podemos disparar, se o usuário quiser, um sistema que apaga completamente os dados e que torna o aparelho inútil para o ladrão", acrescentou.

O barulho de grito pode ser suspenso com a retirada da bateria do celular, mas recomeça quando a bateria é recolocada. O sistema também salva automaticamente uma cópia de segurança dos dados do aparelho uma vez por dia, o que significa que o usuário podem recuperar suas informações quando substituir seu celular.

Segundo dados do governo britânico, o roubo de celulares cresceu 190% nos últimos anos, com um terço de todos os roubos no Reino Unido envolvendo telefones móveis. A seguradora Halifax estima que um celular é roubado a cada 12 segundos na Inglaterra, representando custos aos consumidores de cerca 390 milhões de libras (US$ 735 milhões) por ano.

A polícia e o gabinete de segurança interna da Inglaterra apóiam o software, apesar dele funcionar por enquanto apenas nos modelos chamados de "celulares inteligentes" (smart phones), capazes de executar sistema operacional Symbian ou Windows Mobile. A expectativa é que o sistema se torne disponível a mais aparelhos dentro de dois anos, conforme a tecnologia evolui.

Custando cerca de 120 libras (US$ 224,3) por ano, a tecnologia, no entando, não é 100% à prova de gatunos com conhecimentos de segurança eletrônica.



Reuters

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)