Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/11/2007 07:46

Empresa fará recall de brinquedo suspeito

Gislene Nogueira/ABr

Brasília - A empresa Long Jump informou nesta segunda-feira (12) ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça que iniciará um processo de recall do brinquedo Bindeez. Os exemplares vendidos nos Estados Unidos, Canadá e Austrália causaram a intoxicação de crianças.

O procedimento de recall começa com um alerta a ser publicado em rádio, televisão e jornal impresso para pedir aos pais que retirem preventivamente o brinquedo do alcance das crianças. A informação deve estar na imprensa a partir de quarta-feira (14). Inicialmente não será feito o recolhimento do produto.

O advogado da Long Jump, Marcelo de Campos Mendes Pereira, disse em entrevista à Agência Brasil que detalhes técnicos vão ser definidos amanhã (13): “Temos reunião agendada com os diretores da empresa para definir os parâmetros do recall”.

A coordenadora-geral de assuntos jurídicos do DPDC, Maria Beatriz Salles, informou que a distribuidora aguardará o resultado da análise técnica do Inmetro, que testará amostras para definir se recolhe o brinquedo. A análise do Inmetro deve demorar 15 dias.

“Não faz sentido que antes de uma definição sobre o perigo desse lote, o consumidor seja instado a levar o produto até a loja e trocá-lo. É mais importante que o consumidor seja informado e depois de novo informado sobre o resultado do laudo”, esclareceu Maria Beatriz Salles.

Também segundo a coordenadora-geral, o DPDC vai investigar se há indicio de que a empresa cometeu infração ao Código de Defesa do Consumidor. Se for comprovada irregularidade, a Long Jump responderá a processo administrativo e poderá pagar até 3 milhões de Ufirs em multa, cada Ufir vale R$ 1,0641.

O DPDC convocou os representantes da Long Jump para prestar esclarecimentos depois que se comprovou que brinquedos vendidos nos Estados Unidos tinham a substância tóxica GHB, conhecido como ecstasy líquido.

A Long Jump não informou a quantidade de brinquedos Bindeez vendidos no país e esclareceu ainda que o lote vendido no Brasil é diferente do distribuído no exterior. O Inmetro retirou o Bindeez das lojas na semana passada.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)