Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/06/2015 09:56

Empresa é condenada a pagar R$ 15 mil a mulher humilhada em aplicativo

Campo Grande News

Uma vendedora vai receber uma indenização por danos morais de R$ 15 mil de uma empresa, depois de comprovar que o gerente do estabelecimento, onde ela trabalhava, uma administradora de créditos, a filmava em situações constrangedoras e compartilhava o arquivo via Whatsapp. A decisão foi expedida na 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região que reformaram a sentença da 7ª Vara do Trabalho de Campo Grande.

A mulher alegou, conforme assessoria de imprensa, que era obrigada a passar por reuniões chamadas “Treinamento dos piores”, onde tinha que pular e cantar músicas inventadas na hora. O gerente filmava e depois encaminhava para supervisores e gerentes da empresa. O chefe ainda xingava e realizava advertências “agressivas e humilhantes” por meio do sistema de viva-voz da estabelecimento.

O relator do processo, desembargador Francisco das Chagas Lima Filho, apontou que o ato de filmar a vendedora e compartilhar com outras pessoas causou constrangimento e vexame a funcionária, caracterizando como assédio moral.

“A filmagem diária do empregado em ‘dinâmicas’ coletivas compulsórias para ‘estímulo às vendas’, sistematicamente compartilhadas pela empresa com outras filiais por meio do aplicativo de telefonia WhatsApp, sem autorização do trabalhador, além de potencializar a perpetuação no mundo virtual com exposição da pessoa a situações ridículas e vexatórias, fere o direito fundamental à autodeterminação informativa, afetando a intimidade e a imagem pessoal e profissional do filmado”, declarou o desembargador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)