Cassilândia, Quinta-feira, 27 de Abril de 2017

Últimas Notícias

30/04/2016 12:00

Empresa de transporte é impedida de operar linha não autorizada por licitação

TRF 1ª Região

 

A 5ª Turma do TRF da 1ª Região negou o pedido de uma empresa de transporte e turismo para que possa explorar, a título precário, o serviço de transporte interestadual de passageiros no trecho compreendido entre Alta Floresta (MT) e Curitiba (PR), até que se proceda à licitação da linha. A decisão seguiu o voto do relator, desembargador federal Néviton Guedes.

Em primeira instância, o pedido já havia sido julgado improcedente ao fundamento de que “o regular funcionamento de uma linha de passageiros de âmbito interestadual exige a prévia licitação, promovida pelo poder público, conferindo à empresa vencedora a licença para exploração”.

Inconformada, a empresa recorreu ao TRF1 sustentando, em síntese, que, devido à omissão do poder público em realizar a licitação e à urgente necessidade dos usuários do transporte interestadual de passageiros, “deve ser mantida a atual situação de fato, como é o caso dos serviços prestados pela recorrente, que já vem realizando o transporte interestadual há vários anos”.

O Colegiado rejeitou os argumentos da empresa apelante. Em seu voto, o relator destacou que a recorrente não possui nenhuma autorização, concessão ou permissão administrativa para explorar o trecho pretendido, de forma regular. “Logo, operar o trecho sem licitação configura flagrante violação dos preceitos constitucionais pertinentes, que exigem a instauração de procedimento licitatório para a delegação de tal serviço (art. 175)”, concluiu o desembargador.

Processo nº:0046105-98.2013.4.01.3400/DF

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Abril de 2017
Terça, 25 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)